O Pantaneiro

A cidade

Em 1872, um italiano chamado Vicente Anastácio decidiu se estabelecer na região
Nos primórdios da colonização da região sudoeste do então Estado de Mato Grosso, os rios - entre eles o Aquidauana - se constituíam nas principais vias de acesso e de escoamento de toda a região.

Por volta de 1870 começou a ocorrer a ocupação das terras e povoamento da região.

Em 1872, um italiano chamado Vicente Anastácio decidiu se estabelecer na região ao comprar a Fazenda Santa Maria, próxima de onde futuramente se localizaria a cidade de Anastácio.

Assim, a cidade tem sua origem nas terras da Fazenda Santa Maria, margem esquerda do rio Aquidauana, onde nasceram os primeiros estabelecimentos comerciais, entre os quais a Casa Cândia.

Com a chegada da Estrada de Ferro Noroeste do Brasil, o centro da povoação - em função dos trilhos - transferiu-se para a margem direita do rio. Um novo núcleo se forma alí e, em virtude disso, inicia-se o processo de emancipação de Anastácio.

Antes de se tornar município, Anastácio virou distrito de Aquidauana em 20 de novembro de 1958, pela Lei n°1.164 e, alguns anos depois, se eleva à categoria de município, pela Lei n°2.143, de 18 de março de 1964, da Assembléia Legislativa de Mato Grosso.

População Urbana - 75%
População Rural - 25%
Habitantes: 23.779 habitantes
Área Territorial: 2.949 Km²
Densidade demográfica: 8,3 km²
Altitude: 160 m
Latitude/Longitude: 20° 29' 02" S 55° 48' 25" O
Compartilhe: Orkut
Parceiros Coeso Eletrificação Rural Lise Jones - Cerimonial YouZoom Soluções Web Vivid Estudio Fotográfico AT Informática