A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
13 de Dezembro de 2017
Anuncie Aqui
8492
Anastácio

Funcionário da Energisa morre em anel viário e condutor de veículo foge do local

Viaturas dos Bombeiros e da CCR MSVia tentaram salvar vítima; corpo de Eder Gomes Teodoro, 33 anos, será velado em Anastácio

10 AGO 2017 - 13h49min
Redação

O corpo de Eder Gomes Teodoro, 33 anos, será velado em Anastácio, ele foi morto em um acidente no começo da noite desta quarta-feira (9). O funcionário da Energisa colidiu de moto no anel viário de Campo Grande, com uma caminhonete preta que invadiu a pista contrária, segundo das informações de um amigo do rapaz, sobre a batida na rodovia BR-163. 

O veículo fugiu do local. O acidente aconteceu nos fundos da sede da empresa de energia elétrica, que fica na saída para São Paulo, por volta das 19h.

O motociclista sofreu diversas lesões, inclusive fratura exposta. Os Bombeiros foram chamados e prestaram atendimento, mas não foi possível salvá-lo. Houve pedido de reforço também de viatura da CCR MSVia.

A Polícia Rodoviária Federal foi para o local para orientar o trânsito no trecho, onde passa a BR-262. Ainda não há informações sobre o velório e o sepultamento do jovem. 

 

Veja também

Mais Lidas

1
Aquidauana

Confusão entre comerciante e mototaxistas acaba na Delegacia de Polícia Civil

2
Anastácio

Condutor de Uno perde controle da direção e bate em árvore às margens da BR-262

3
Anastácio

Vizinho 'passa dos limites' e arromba janela de moradora

4
Aquidauana

Adolescentes matam cachorro, agridem vítima com ‘pé de cabra’ e ameaçam com arma

Vídeos

Entrevista com os produtores do Longa-Metragem sobre Sasha Siemel

Tráfego de carretas no cruzamento da Duque de Caxias causa preocupação na população.

4ª Marcha pela Vida - Aquidauana MS

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
6,11m
Miranda
7,09m
Paraguai
1,86m

Colunas e Blogs

Giovani José da Silva

HISTÓRIAS DE ADMIRAR: HISTÓRIAS FEITAS DE GENTES E D...

Valdemir Gomes

Re...

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

Estudo de caso

Ver Mais Colunas
498110530