A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
22 de Novembro de 2017
Anuncie Aqui
8504
Vôlei de Praia

Aquidauanense Talita e parceira ficam com o bronze no Circuito Mundial

A dupla superou as canadenses Sarah Pavan e Melissa Paredes por 2 sets a 0 (21/17, 21/19), em 36 minutos de jogo e também subiu ao pódio da etapa que reúne os oito melhores times do ano, além de quatro duplas convidadas pela organização

27 AGO 2017 - 08h53min
CBV

O Brasil conquistou na manhã deste sábado (26.08) medalhas de prata e bronze na etapa ‘Finals’ do Circuito Mundial de vôlei de praia 2017, disputado em Hamburgo, na Alemanha. Ágatha e Duda (PR/SE) fizeram uma grande partida, mas acabaram superadas por 2 sets a 1 (21/17, 19/21, 15/10), em 51 minutos, pelas alemãs campeãs olímpicas e mundiais Laura Ludwig e Kira Walkenhorst na decisão do torneio. 


Horas antes da final, Larissa e Talita conquistaram a medalha de bronze ao Brasil. A dupla superou as canadenses Sarah Pavan e Melissa Paredes por 2 sets a 0 (21/17, 21/19), em 36 minutos de jogo e também subiu ao pódio da etapa que reúne os oito melhores times do ano, além de quatro duplas convidadas pela organização.


Ágatha e Duda recebem um prêmio de 75 mil dólares pela segunda colocação no Finals, enquanto Larissa e Talita ficam com 50 mil pelo terceiro lugar. O Brasil chega ao impressionante número de 23 medalhas conquistadas na temporada 2017, sendo 12 de ouro, quatro de prata e sete de bronze.


A paranaense Ágatha comentou a boa primeira temporada ao lado de Duda – elas somam seis medalhas em 10 torneios internacionais disputados neste ano – e o torneio na Alemanha.


“Elas jogaram melhor no tie-break e mereceram. Foi um orgulho jogar aqui, provavelmente depois dos Jogos Olímpicos é a arena mais bonita em que atuei. Ficou lotado, a torcida apoiou demais os times da Alemanha, mas também apoiaram um belo jogo e o espetáculo. Duda e eu começamos neste ano, as expectativas são grandes, queremos continuar juntas até os Jogos de Tóquio, estamos animadas, sabendo que temos muito para crescer”, analisou.


Quem também analisou a medalha foi Talita, campeã do Circuito Mundial 2017. Ao lado de Larissa ela conquistou três medalhas de ouro, uma prata e bronzes no Campeonato Mundial e no Finals. Tudo isso treinando longe da parceira, cada uma em sua cidade.


“O que fizemos este ano foi impressionante, é difícil competir no nível mais alto quando você treina em cidades diferentes, como é o nosso caso. Faz com que cada um dos nossos resultados nesta temporada seja ainda mais especial. Nós merecíamos terminar o calendário internacional no pódio”, destacou a sul-mato-grossense.


O próximo desafio das duplas brasileiras agora acontece na estreia do Circuito Brasileiro de vôlei de praia. A primeira etapa da temporada 17/18 ocorre de 13 a 17 de setembro, em Campo Grande (MS). No Finals, porém, o Brasil segue em busca de medalhas no naipe masculino, com Evandro e André Stein, que jogam ainda hoje pelas quartas de final.


O Jogo


A final começou equilibrada, com as brasileiras mostrando bom volume defensivo e abrindo dois pontos de vantagem, placar que as alemãs rapidamente igualaram. Os times foram mantendo a virada de bola, errando muito pouco e não deixando o adversário distanciar. Na primeira parada técnica as alemãs Laura e Kira venciam por 11 a 10.


O duelo ficou parelho até Laura Ludwig conseguir um ponto de saque e, logo na sequência, ponto em uma bola de primeira da alemã, abrindo três pontos: 15 a 12. Errando muito pouco, as alemãs foram convertendo seus ataques e não deixaram que as brasileiras reagissem, fechando o set por 21 a 17 em diagonal potente de Kira Walkenhorst.


O segundo set começou mantendo o equilíbrio, com os times lutando muito por cada ponto. Em dois erros seguidos de Kira, as brasileiras viraram para 8 a 7 o placar. As alemãs reagiram e, com bons saques, viraram para 10 a 8, forçando pedido de tempo das brasileiras. Na primeira parada técnica as alemãs venciam por um ponto de vantagem: 11 a 10.


As brasileiras não desistiram em nenhum momento e conseguiram sair da situação difícil no jogo. Em erros de ataque de Kira Walkenhorst, a dupla comandada por Letícia Pessoa virou e abriu dois pontos: 14 a 12. O Brasil encontrou dificuldade em viradas de bola seguidas, e em ponto de saque as alemãs retomaram a vantagem no placar: 17 a 16.


O final do segundo set ficou eletrizante, com os times mantendo a virada de bola e a torcida em silêncio. Ágatha e Duda variaram bem as jogadas, pegaram a vantagem mínima no placar e foram mantendo a esperança. Um erro de saque de Walkenhorst e um bloqueio da paranaense logo em seguida levaram o duelo para o tie-break: 21 a 19.


Laura Ludwig mostrou sua capacidade técnica e em contra-ataque abriu 2 a 0 no set de desempate. Em bloqueio de Walkenhorst sobre Duda, as alemãs aumentaram a vantagem: 4 a 1. As brasileiras cresceram e tentaram reagir com belos pontos de Duda, reduzindo para dois a diferença no placar. Mas as alemãs não perderam o controle do jogo e foram mantendo a virada de bola, errando menos saques. Fecharam por 15 a 10, em ace de Laura.


Esta é a segunda vez que a cidade de Hamburgo recebe uma etapa do Circuito Mundial. No ano passado a cidade alemã sediou um Major Series com vitória das alemãs Laura Ludwig/Kira Walkenhorst e dos norte-americanos Dalhausser/Lucena.


Os jogos são disputados no Am Rothenbaum, estádio de tênis que se transforma em arena de vôlei de praia. O World Tour Finals dará 100 mil dólares aos times campeões de cada naipe, mas não conta pontos ao ranking.

Veja também

Mais Lidas

1
Policial

Homem foi executado com tiros e suspeita é de "guerra" entre grupos

2
Aquidauana

Acidente entre carro, moto e bicicleta no Ovídio Costa II envolve jovem, criança e mulher grávida

3
Aquidauana

Prefeitura convoca mais 34 candidatos aprovados em concurso público

4
Aquidauana

Correntes que circulam pelo WhatsApp deixam população em dúvida sobre o que é real e o que é invenção

Vídeos

Entrevista com os produtores do Longa-Metragem sobre Sasha Siemel

Tráfego de carretas no cruzamento da Duque de Caxias causa preocupação na população.

4ª Marcha pela Vida - Aquidauana MS

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
2,93m
Miranda
7,07m
Paraguai
1,59m

Colunas e Blogs

Robinson L Araújo

PAIS QUE EDIFICAM SEUS FILHOS

Rosildo Barcellos

O Arroubo Âmago do Cedro!

Pedro Puttini Mendes

O “modelo de lei”, o ambientalismo municipal e a mu...

Ver Mais Colunas
498110637