A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
21 de fevereiro de 2019
Anuncie Aqui
8508
Turismo aquecido

Asfalto avança e gera expectativa positiva para turismo em Aquidauana

As obras estão em duas frentes, ligando uma das regiões mais belas de Mato Grosso do Sul

12 JUL 2018 - 10h02min
Campo Grande News

A pavimentação asfáltica avança na MS-450, entre os distritos de Piraputanga e Camisão, em Aquidauana, levando esperanças à comunidade local e aos empresários, os quais apostam na chegada da infraestrutura viária, executada pelo Governo do Estado, para alavancar o ecoturismo e gerar empregos. Prejudicada pelo excesso de chuvas nos primeiros meses do ano, a obra de R$ 17,6 milhões beneficia também o distrito de Palmeiras.

Em execução desde agosto do ano passado, o asfalto começa a mudar também uma região de produção agropecuária, onde a dificuldade de acesso em períodos chuvosos prejudicava o desenvolvimento de um dos principais destinos de turismo de contemplação e pesca de Mato Grosso do Sul. A rodovia estadual é classificada como estrada ecológica pela riqueza da biodiversidade em seu entorno, permeada pelo Rio Aquidauana e a Serra de Maracaju.

São 18,5 km em obra, entre Palmeiras e Camisão, com movimentação de máquinas e operários em duas frentes, concluindo a terraplenagem e executando serviços de base composta por brita. No trecho entre Piraputanga e Camisão, de 6,9 km, a empreiteira já implantou 16% (3 km) de capa asfáltica. Estão sendo executadas também obras de drenagem profunda em vários trechos para dar vazão às águas que se movimentam da morraria para o rio.

Asfalto atrai empresários

Investimentos do Estado também contemplaram o trecho final da MS-450, entre Camisão e Aquidauana, de 23 km, com recapeamento asfáltico, reivindicação antiga da população. A pavimentação precária foi substituída por um piso novo, incluindo acesso ao campus da Universidade Estadual de MS (UEMS). “Com o asfalto já surgiu até um loteamento novo na cidade”, comemorou o aposentado Cícero Moreira, 63, morador há 50 anos de Camisão.

Com 55 km de extensão, do trevo com a BR-262 ao centro de Aquidauana, a MS-450 é o principal acesso aos distritos privilegiados pelos recursos naturais situados no entorno dos paredões de arenito da Serra de Maracaju, que dividem planalto e planície e a antiga Ferrovia Noroeste. O local é muito visitado por pescadores e amantes de esportes radicais, como ciclismo e escaladas, e conta com estrutura de hotéis, pousadas e pesqueiros.

A chegada do asfalto beneficia toda a cadeia produtiva da região, além das comunidades, que se sentiam abandonadas. A dificuldade de acesso era um entrave para expandir o turismo e atrair novos empreendimentos nesse segmento e em outras atividades. A procura por áreas para futuras instalações de empresas no ramo turístico, nos últimos meses, anima quem ali vive e lamenta a perda de um dos principais meios de transporte, o trem de passageiro.

Qualificação do turismo

Um dos empresários que já atua na região e pretende voltar a investir é Gilberto Artero, da Pousada Sol Amarelo, maior empreendimento hoteleiro local, situado em Piraputanga. “A acessibilidade é fundamental para a região, onde o turismo está em evolução”, comenta. “Com certeza, o número de visitantes vai crescer e com o asfalto e essa demanda vêm mais serviços, tudo evoluirá para sedimentar o turismo na Estrada-Parque”, aposta Artero.

“Vamos construir uma das estradas ecológicas mais belas do Estado e do País”, afirmou o governador Reinaldo Azambuja, ao visitar Piraputanga. Para ele, trata-se de uma obra considerada emblemática, pela beleza e valor ambiental da estrada e sua importância para desencadear o desenvolvimento de uma região de grande potencial para o ecoturismo.

Para o presidente do Conselho de Turismo de Aquidauana, vereador Youssef Saliba, 60, a localidade deve estar preparada para a chegada de novos empreendimentos e aumento do fluxo turístico. “O asfalto, um compromisso do nosso governador, foi o pontapé, mas agora precisamos qualificar os nossos serviços de hotelaria e gastronomia e formatar os atrativos”, observa. Saliba estima que em 10 anos a região será autossuficiente em turismo.

Projetando um novo momento para o destino, a Fundação de Cultura e Turismo de Aquidauana tem como meta a formatação de um roteiro dos empreendimentos prestadores de serviços existentes nos distritos e a implantação da sinalização turística nos principais acessos aos atrativos naturais. A morraria é o habitat de inúmeras espécies de animais e aves, como araras azuis, atraindo adeptos dos esportes de aventura e observação de bichos.

 (67) 99984.6000

Veja também

Mais Lidas

1
Aquidauana

PM prende mais três foragidos da Justiça em Aquidauana e Anastácio

2
Geral

Policial aposentado encontra cascavel de mais de 1 metro dentro de casa

3
Aquidauana

Homem tenta matar a tiros o próprio padrasto no Distrito de Cipolândia

4
Aquidauana

Ex-vereador de Aquidauana que caiu de altura de 3 metros recebe alta

Vídeos

1º Leilão Direito de Viver

Ciclista sofre fratura após ser atropelado por caminhão

Despedida do Pe. Thiago Machado

Ver mais Videos

Previsão do Tempo

min22 max31

Aquidauana

Sol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.
min22 max31

Anastácio

Sol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.

Níveis dos Rios Hoje

Paraguai
2,19m
Miranda
4,10m
Aquidauana
3,00m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Estou...

Robinson L Araujo

QUANDO A FAMÍLIA FAZ DO PERDÃO UMA PONTE DE RESTAURA...

Raquel Anderson

Morrer na lama!

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Médicos

Erica A. C. de Souza - Cardiologista

Rua Manuel Antonio Paes de Barro, 844 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-8816
Pesqueiros

Pousada do Serrano

Piraputanga, - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 99911336
Pizzarias

Pizza Caseira Quero Mais

, - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-8107
Ver Mais
508110768