A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
22 de agosto de 2019
Anuncie Aqui
8830-->
Gastronomia em Aquidauana

Autêntica comida de comitiva resgata os sabores das viagens das tropas em meio ao Pantanal

Família que trabalhou em comitivas saiu do Pantanal exclusivamente para conduzir restaurante típico

22 JAN 2019 - 16h45min
Redação

Quem daqui do estado nunca ouviu histórias de parentes antigos que integravam as famosas comitivas de gado, levando a boiada de lá para cá nos períodos de cheias no Pantanal Sul-Mato-Grossense? Sempre havia um “causo” curioso na família que relatava a vida desses boiadeiros e o ponto alto dessa cultura típica sertaneja definitivamente é a comida, uma das nossas principais riquezas que atestam a verdadeira identidade cultural do homem pantaneiro.

Mas em tempos modernos, dos famosos fast foods, como é difícil encontrar locais que ofereçam uma autêntica comida campeira. Podemos sim, dar uma “pesquisada” em receitas da internet e tentar fazer em casa, mas jamais serão executadas conforme preparavam os cozinheiros das comitivas, quando levavam os dobros e bruacas (tralhas de cozinha) com os mantimentos, sempre à frente da boiada.

Lida de comitiva, que conduz milhares de cabeças de gado por viagem. Foto: Sebrae/MS

Mas um restaurante bem campeiro daqui de Aquidauana passou a oferecer as comidas típicas das comitivas pantaneiras. Arroz tropeiro (famoso carreteiro), feijão tropeiro, mandioca, farinha e macarrão tropeiro (aquele quebrado, frito na banha do porco e cozido com carne de sol) fazem parte do cardápio da Comitiva Shalom, localizado na Avenida Pantaneta, esquina com a Rua dos Ferroviários.

Família pantaneira

A história é curiosa. Cícero José Pereira, 63 anos, junto com a esposa, Sônia Maria Pereira e o filho Blendon Cícero Pereira, são proprietários do restaurante. E Cícero trabalhou desde os 14 anos em comitivas em meio ao Pantanal de Mato Grosso do Sul. Recentemente, veio de lá com a família, pois era capataz da Fazenda Encantado do Rio Verde, e resolveu conduzir o restaurante tropeiro na cidade.

O genro de Cícero, Márcio Balbuena, junto com sua família, Clarice Pereira Balbuena e Maykon Pereira Balbuena também se juntaram como colaboradores dessa empreitada que tem chamado a atenção até de quem é de fora da cidade. “Somos uma família feliz e a nossa felicidade é poder servir uma boa comida, acompanhada de tereré que está aqui à vontade. Basta chegar e se servir”, diz Márcio.

Comida preparada conforme os ritos dos cozinheiros das comitivas. Foto: Rhobson Tavares Lima.

Ele explica que os pratos são aqueles mesmos de comitiva, servidos na beira da estrada durante o transporte terrestre de gado, tocado por cavalos, cruzando os campos, pântanos e municípios que faziam parte da rota das tropas. “Blendon, filho do Cícero, é o nosso cozinheiro que tem bastante experiência, pois também era peão de comitiva. Servimos tudo no estilo bem pantaneiro, quando os cozinheiros iam à frente da tropa e puxava a lona para preparar e servir os boiadeiros famintos”, explica.

Comida de comitiva

Com trajes típicos de boiadeiro, a família trabalha de quinta a domingo a partir das 18h30, no restaurante. Segundo Márcio Balbuena, o principal diferencial é mesmo o ambiente familiar. “Nosso local é bem agradável, bem no estilo caipira mesmo. Temos estacionamento e o cliente paga R$ 20 (por pessoa) e se serve o quanto aguentar, mas sem desperdício, claro”.

Preparados com muito esmero, quem prova os pratos da Comitiva Shalom só consegue tecer elogios. “Graças a Deus estamos sempre com a casa cheia. Em breve teremos um berrante para quem quiser tocar também e entrar ainda mais no espírito pantaneiro”, diz Márcio, com bom humor.

Locais como esse resgatam a genuína cultura do pantaneiro, do homem simples, que não deixa suas raízes de lado, mas faz questão de comer algo saboroso, que o remeta a pertencer à terra e à lida diária, seja do campo, seja da vida.

Serviço

A Comitiva Shalom fica na Avenida Pantanera, equina com a Rua dos Ferroviários e funciona de quinta a domingo, a partir das 18h30. Os adultos pagam 20 reais por pessoa e crianças de até 10 anos pagam apenas 10 reais. O restaurante ainda serve marmitex e bebidas, como cervejas, refrigerantes e água.

 
 

Veja também

Mais Lidas

1
Aquidauana

Homem se engasga com laranja em casa e morre a caminho de Hospital

2
Bodoquena

Mudança de Carlinhos para os Estados Unidos transformou a vida de toda família

3
Anastácio

Rapaz é preso por suspeita de estupro de vulnerável de menina de 11 anos em Anastácio

4
Região

Animais silvestres morrem queimados e incêndio pode ter sido criminoso

Vídeos

Wild Camp reúne apaixonados por Kombi neste fim de semana em Camisão

Wild Camp reúne apaixonados por Kombi neste fim de semana em Camisão

Gaeco apreende 26 armas, munições e documentos que já estão na Delegacia de Aquidauana

Ver mais Videos

Previsão do Tempo

min20 max35

Aquidauana

Sol com algumas nuvens. Não chove.
min20 max35

Anastácio

Sol com algumas nuvens. Não chove.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
2,24m
Miranda
2,21m
Paraguai
3,58m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Quando...

Raquel Anderson

Aquidauana

Fausto Matogrosso

ATÉ QUANDO?

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Bancos

Banco Caixa Econômica Federal

Rua Estevão Alves Corrêa, 562 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-4030 / 324 www.cef.com.br
Auto Elétrica/Oficinas

Oficina Brasil

Pandia Calogeras, 841 - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 3574
Som e Acessórios

Adil'Som (Adilson e Edimilson)

Rua Antônio João, 523 Alto - 79200-000 Aquidauana/MS 67 - 3241-5561
Ver Mais
508110691