A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
17 de julho de 2019
Anuncie Aqui
8828-->
Aquidauana

Delegado envolvido em sumiço de cocaína responde processos por estupro e peculato

O flagrante por estupro de vulnerável ocorreu em 2016

25 JUN 2019 - 18h19min
Da Redação

Investigado pelo furto de 101 quilos de cocaína na Delegacia de Aquidauana, o delegado Eder Oliveira, 50 anos, responde por outros três processos sendo um deles por estupro de vulnerável e dois relacionados a desvio de 68 bezerros.

O flagrante por estupro de vulnerável ocorreu em 2016 e corre em segredo de justiça em Rio Verde de Mato Grosso, onde já foi lotado. Conforme informe feito à Corregedoria da Polícia Civil, questionado sobre o crime, ele nega autoria.

Os outros dois processos, peculato e improbidade administrativa, no período em que Eder era o delegado titular em Rio Verde, se referem ao desvio de bezerros que haviam sido apreendidos irregularmente pela Polícia Civil, segundo denúncia do MPE (Ministério Público Estadual).

O desvio de 68 bezerros avaliados em R$ 81,6 mil, teria acontecido entre janeiro e abril de 2015. De acordo com MPE, a vítima iria transportar gado de Corumbá e Aquidauana para Sonora. Durante o transporte, 68 animais apresentaram fraqueza e ficaram em uma fazenda em Rio Verde, depósito que foi acompanhado pelo capataz.

Além de Eder, o capataz da fazenda de 40 anos, um pecuarista, um investigador de 53 anos e um comerciante de 41 anos, são apontados por constituírem organização criminosa com objetivo de praticar infrações penais.

Em janeiro de 2015, o investigador de polícia foi até a fazenda e apreendeu os bezerros, argumentando que teriam sido furtados, crime que teria sido testemunhado pelo capataz, tendo registrado boletim de ocorrência.

O gado foi recolhido e um primo do investigador foi nomeado fiel depositário, mas, conforme denúncia, 61 animais foram levados para a fazenda. O gerente dessa propriedade, teria sido responsável por vender quatro animais, sendo que outros três ficaram com o capataz.

Quando a vítima apresentou documentação ilícita, foram encontradas 61 cabeças. O investigador disse que três ficaram como pagamento pelo aluguel do pasto e o outro não saberia dizer o que aconteceu.

 O promotor Matheus Becker pede condenação por peculato e perda dos cargos públicos, no caso dos policiais. Outra ação, de dezembro de 2018, a denúncia é pelo crime de improbidade administrativa no mesmo caso.

 

 

 

 

 

 

Veja também

Mais Lidas

1
Geral

Homem atacado por onça-pintada é salvo por 5 cachorros em MS

2
Policial

Após bebedeira e brincadeira de cunho sexual, amigo mata idoso com facada

3
Policial

Trabalhador foge de carvoaria em MS onde foi mantido como escravo

4
Aquidauana

Confira as oportunidades da Casa do Trabalhador de Aquidauana

Vídeos

Ministro do Turismo lança em Bonito programa para geração de empregos e renda no MS

Com atrações tradicionais e elenco de programa de TV, circo é atração para família

Bombeiros resgatam gatinhos presos no motor de veículo

Ver mais Videos

Previsão do Tempo

min17 max29

Aquidauana

Sol com algumas nuvens. Não chove.
min17 max29

Anastácio

Sol com algumas nuvens. Não chove.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
2,76m
Miranda
2,74m
Paraguai
3,91m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Será...

Fausto Matogrosso

O Brasil diante do mundo

Giovani José da Silva

HISTÓRIAS DE ADMIRAR: EDUCAÇÃO, QUEM PRECISA?

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Locadora de Veiculos

JJ Locadora de Veículos e Motos

Rua Coronel Ponce, 1568 Centro - 79210-000 Anastácio/MS (67) 9246-7744
Bares/Panificadoras/Lanchonetes

Conveniência Millênium

Rua Sete de Setembro, s/n Guanandy - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-6346 / 840
Escolas Particulares

Genius Escola de Formação Profissional

Rua Estevão Alves Corrêa, 2011 Alto - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-4118
Ver Mais
508110661