A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
20 de abril de 2019
Anuncie Aqui
9078
OAB da Capital

Em reunião sobre ‘Cota Zero’, Aquidauana se posiciona preocupada com desemprego

Audiência Pública aconteceu na OAB de Campo Grande nesta quarta-feira (20)

21 FEV 2019 - 15h00min
Danielle Valentim

A OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), Seccional Mato Grosso do Sul, promoveu nesta quarta-feira (20) audiência pública para debater o projeto do Governo de MS ‘Cota Zero’. A vice-prefeita Selma Suleiman (PMDB) e o suplente de vereador Gilberto Barbosa da Cruz, o sargento Cruz (MDB) representaram Aquidauana.

Além das agendas turísticas lotadas, o vereador pontua que a preocupação do município se concentra nos trabalhadores da área que ficarão sem seus empregos.

“Nós estamos preocupados com o decreto, que tenho certeza que será revisto, porque todo debate na advocacia tem de ir ao campo das ideias até a exaustão. Quantas casas de iscas têm em Aquidauana? Quantos trabalhadores diretos estão empregados? Quantos catadores de iscas têm? Quantas lojas vendem motor de popa e barcos? Esse pessoal vai ser absorvido aonde, se o município está carente de empregos? Então essa é nossa preocupação”, frisou o parlamentar.

O sargento Cruz reitera que as agendas turísticas, principalmente para a pesca estão fechadas. 

“Esse ano as agendas turísticas estão fechadas. E como ficam as pessoas que estão vindo de fora e tem direito de levar 10 kg de pescado, um exemplar e mais cinco de piranha? Você acha que vão vir se não podem levar? Tem que ser ajustado para que esse decreto seja debatido”, disse.

O Presidente da Comissão de Meio Ambiente, Arlindo Muniz, explica que a audiência pública foi organizada após a OAB ser procurada por setoristas que se sentiram afetados com notícia do decreto, que disciplina pela cota zero de captura e transporte de pescado no âmbito dos rios de MS.

“Não há um posicionamento da OAB. Estamos abrindo as portas para a população para debater um assunto tão importante”, pontuou.

O Secretário-Adjunto da Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), Ricardo Senna, presentou o governador Reinaldo Azambuja e disse que o decreto busca fazer atualização da legislação vigente.

“Os decretos que estão em vigência têm nomes de instituições que nem fazem mais parte do organograma do Governo. Também resgata algumas resoluções e normativas. É importante esclarecer que não estamos proibindo a pesca e a questão não se trata de criminalizar qualquer categoria”, destacou.

Do outro lado, a advogada do movimento “Não à Cota Zero”, Étila Guedes falou em nome dos setoristas. “Ninguém é contra o crescimento e melhoramento do segmento de pesca em nosso Estado. O que queremos é não termos a interferência do nosso único meio de trabalho. O nosso objetivo é buscar alternativa para melhorar os rios, aumentar os peixes e que nos ajude a trabalhar e crescer conjuntamente”, defendeu.

O Imasul alega que a medida tem como foco a conservação da biodiversidade, devido a redução do estoque de pescado nas bacias do Paraguai e do Paraná. Apesar das restrições, o decreto também permite a pesca amadora nas calhas dos rios Paraná e Paraguai, a partir de fevereiro de 2020.

Estiveram presentes os deputados estaduais Lídio Lopes, Evander Vendramini, Cabo Almi, Capitão Contar, Renato Câmara.

Também participaram do debate na audiência pública o Prefeito de Porto Murtinho Derlei Delevatti; a Vice-Prefeita de Aquidauana Selma Suleiman; o Chefe-Geral da Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária) Jorge Antonio Ferreira de Lara; o Embaixador do Paraguai Victor Aquino; o Direito-Presidente da Fundação de Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural de Ladário, Luiz Eduardo da Costa Urt, o coordenador do curso de Engenharia Elétrica e Ambiental da Uniderp Anhanguera Hugo Kogi Suekame; o servidor da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) Fernando Rogério de Carvalho e o Professor de Zootecnia e Engenharia Ambiental da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul André Luiz Julien Ferraz.

 (67) 99984.6000

Veja também

Mais Lidas

1
Aquidauana

Morre aos 32 anos Jaqueline Santana, vítima de câncer na coluna

2
Aquidauana

Casal embriagado causa confusão e PM e Conselho Tutelar são acionados

3
Policial

Fingindo simpatia, homem puxa adolescentes na rua e as beija à força

4
Aquidauana

Jovem embriagado cai na rua e é preso por ofender policiais no Bairro Alto

Vídeos

Com festa, Prefeitura e Governo do Estado reabrem ginásio de Aquidauana

Revitalização do Poliesportivo de Aquidauana

Identificadas vítimas de acidente entre carros na BR-262

Ver mais Videos

Previsão do Tempo

min23 max35

Aquidauana

Sol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.
min23 max35

Anastácio

Sol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.

Níveis dos Rios Hoje

Paraguai
5,32m
Miranda
6,66m
Aquidauana
3,17m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Parece...

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

AQUIDAUANA INTELIGENTE, HUMANA E SUSTENTÁVEL

Giovani José da Silva

HISTÓRIAS DE ADMIRAR: UM ENCONTRO ENCANTADO - OS QOM

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Escolas Municipais

Escola CAIC Antonio Pace

Rua Felipe Orro, s/n Bairro da Exposição - 79200-000 Aquidauana/MS (67)
Telefones Úteis

Procon- Casa da Cidadania

Praça Afonso Pena, - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 5650
Advocacia

Fabiana Moreira Sortica dos Santos / Ary Sortica

Rua Augusto Mascarenhas, 506 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-3122/3241-
Ver Mais
508110454