A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
17 de Outubro de 2017
Anuncie Aqui
8502
Boa notícia

Funrural ‘dribla’ a crise nacional e após reforma particular vai continuar a atender SUS

Prefeitura reajustou o repasse em 600%

3 OUT 2017 - 09h00min
DValentim

No início do ano o hospital responsável por realizar cirurgias eletivas e internações clínicas na cidade de Aquidauana, o Hospital Funrural enfrentava grave crise financeira e estava prestes a fechar as portas, por conta do repasse insuficiente para manter as despesas com o SUS (Sistema único de Saúde).  Para não interromper os atendimentos em 37 anos de funcionamento, a administração decidiu reformar a unidade por conta própria e a Prefeitura de Aquidauana reajustou o repasse em 600%.

Ao Jornal O Pantaneiro, o presidente do hospital Eulalio Abel Barbosa, 58 anos, explicou que a instituição atende 100% SUS e a idéia da reforma surgiu diante da situação da saúde em todo o país, principalmente para hospitais filantrópicos.

“Ou fechávamos o hospital ou investíamos. Mas decidimos investir particularmente para dar continuidade ao atendimento SUS, que é 100% do atendimento em Aquidauana. Estamos com duas salas de cirurgia reformadas, enfermarias e apartamentos. Montamos ala de obstetrícia, mas o parto não é feito com o SUS, porém tem taxa social”, revelou.

O Hospital que existe há 37 anos atende Aquidauana e toda a região. O diretor pontua que o problema maior é nos repasses Estadual e Federal.

“A contratualização é dividida em três esferas, a federal, estadual e municipal. A Federal e a Estadual estão sem reajuste há 8 anos. Além disso, o repasse Estadual demora até 90 dias mesmo após a prestação do serviço. A constituição diz que a saúde é direito de todos, mas é um dever do Estado. Ou seja, as instituições não são obrigadas a manter o SUS, são parceiras do SUS”, explica.

A Prefeitura Municipal de Aquidauana reajustou o repasse em 600%, saltando de R$ 2,7 mil para R$ 17 mil. Barbosa pontua que a série de atrasos e repasses insuficientes são as causas do fechamento e sucateamento de unidades filantrópicas de todo o país.

“Para não vermos pessoas morrendo nos corredores de Aquidauana, assim como a mídia mostra, decidimos reformar com recursos próprios. O SUS é nossa prioridade”.

O hospital mantém quadro médico com maior parte das especialidades, exceto ortopedia e oftalmologia, por falta de aparelhagem.

 

 
 

 

Veja também

Mais Lidas

1
Aquidauana

Promotora dá prazo de 24h para retirada de ambulantes do Centro de Aquidauana

2
Aquidauana

Briga de casal termina com dois esfaqueados no Nova Aquidauana

3
Aquidauana

Maratonista que morreu após queda pode ter sofrido crise epilética

4
Aquidauana

Casa do Trabalhador de Aquidauana oferece 11 vagas de emprego nesta terça-feira

Vídeos

4ª Marcha pela Vida - Aquidauana MS

Fiações rompidas são recuperadas e motoristas ‘fora do padrão’ podem ser responsabilizados

Moradores de Anastácio flagram óleo descendo para Rio Aquidauana

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
2,87m
Miranda
2,28m
Paraguai
2,41m

Colunas e Blogs

Raquel Anderson

Oswaldão e o horário de Verão!

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

Viajar só faz bem...

Pedro Puttini Mendes

Aquidauana: "meio" ambiente ou um ambiente inteiro?

Ver Mais Colunas
498110752