A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
18 de Novembro de 2017
Anuncie Aqui
8504
Aquidauana

Jovem é golpeado na cabeça após jogar pedras em carro de hóspede

Suspeito de ferir rapaz foi levado à delegacia

12 SET 2017 - 07h30min
DValentim

Uma rapaz de 18 anos acabou ferido na cabeça após jogar pedras no carro de uma hóspede de um hotel fazenda, do Centro, de Aquidauana. O fato ocorreu na madrugada desta terça-feira (12), na Praça Nossa Senhora Imaculada da Conceição, no Centro.

Conforme o registro policial, uma equipe da Polícia Militar fazia rondas pela região quando avistou o jovem de 18 anos sendo golpeado na cabeça com um porrete.

Os policiais fizeram a abordagem e indagado a respeito, o suspeito disse que o agrediu, pois ele havia danificado o carro de uma hóspede a pedradas.

A equipe constatou vários danos no veículo e que o rapaz havia usado várias pedras para atingir o carro. Ainda segundo o registro policial, não há informações sobre as causas do fato.

O suspeito das pedradas foi levado ao posto de saúde para atendimento e o suspeito da agressão à 1ª Delegacia de Polícia de Aquidauana. O caso foi registrado como lesão corporal dolosa e dano.

Veja também

Mais Lidas

1
Policial

'Gordinho da moto preta' que aterrorizava Aquidauana e Anastácio disse que 'roubava por prazer'

2
Policial

Homem procura Polícia Civil para 'denunciar' conversa de esposa com desconhecido no WhatsApp

3
Policial

Após investigação policial, mulher é presa por tráfico de drogas no Cristo Rei

4
Aquidauana

Casa do Trabalhador de Aquidauana oferece 6 vagas de emprego nesta sexta-feira

Vídeos

4ª Marcha pela Vida - Aquidauana MS

Fiações rompidas são recuperadas e motoristas ‘fora do padrão’ podem ser responsabilizados

Moradores de Anastácio flagram óleo descendo para Rio Aquidauana

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
6,45m
Miranda
6,08m
Paraguai
1,72m

Colunas e Blogs

Robinson L Araújo

DEPRESSÃO NÃO É FRESCURA.

Rosildo Barcellos

Andar por Andar !

Giovani José da Silva

HISTÓRIAS DE ADMIRAR: AFINAL, PARA QUE SERVE UM PÓS-D...

Ver Mais Colunas
498110676