A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
23 de abril de 2018
Anuncie Aqui
8494
Operação All In

Justiça aceita denúncia e 17 pessoas respondem por tráfico internacional de drogas

Quadrilha realizava o transporte aéreo de entorpecentes da Bolívia até o interior do Paraná, por meio do aeródromo de Ocorema, em Corumbá

30 MAI 2017 - 15h05min
MPF

O Ministério Público Federal (MPF) em Mato Grosso do Sul ofereceu denúncia e a 3ª Vara da Justiça Federal já aceitou ação penal contra 17 investigados na Operação All In, deflagrada pela Polícia Federal (PF) em março deste ano para combater o tráfico de drogas entre o Brasil e a Bolívia. Os réus (listados abaixo) responderão criminalmente por tráfico internacional, associação para o tráfico e lavagem de dinheiro.

Segundo as investigações, a quadrilha realizava o transporte aéreo de entorpecentes da Bolívia até o interior do Paraná, por meio do aeródromo de Ocorema, em Corumbá (MS). As drogas seguiam, então, de caminhão para estados do sul e sudeste do país, onde eram distribuídas. Em duas apreensões feitas pela PF, mais de 810 kg de cocaína foram encontrados com os criminosos.

Para lavar o dinheiro oriundo do tráfico, a organização criminosa utilizava nomes de “laranjas” ou “testas de ferro” para movimentar contas bancárias e transferir a posse dos veículos utilizados no transporte das drogas. Caminhões, carretas, carros de passeio, moto e até aeronaves foram registradas em nome de terceiros para ocultar o lucro das drogas. De acordo com as investigações, ao menos 21 vezes, de abril de 2016 a março de 2017, dinheiro oriundo do tráfico foi lavado pela quadrilha.

Na denúncia recebida pela Justiça, além da condenação criminal dos réus, o Ministério Público pede o perdimento de 22 veículos, quatro aeronaves e três imóveis utilizados em proveito do tráfico. Dos 17 denunciados, dez já se encontram presos em penitenciárias de Mato Grosso do Sul, Paraná e São Paulo.

A Operação All In foi batizada com esse nome em referência à jogada do Poker em que o jogador aposta todas as suas fichas em uma mão de cartas - situação semelhante ao modo de atuação da quadrilha, que se arriscava no transporte de grandes carregamentos de entorpecentes.

Abaixo, confira o nome dos réus e as devidas imputações penais:


1. GERSON PALERMO (Crimes: tráfico internacional, associação para o tráfico e lavagem de dinheiro)
- art.33, “caput” c.c art. 40, inc.I da Lei 11.343/2006, duas vezes;
- art.35 c.c art.40, inc. I da Lei 11.343/2006 ;
- art.1º, “caput” da Lei 9.613/98, vinte e uma vezes;

2. OSVALDO INÁCIO BARBOSA Jr. - “JUNINHO” (Crimes: tráfico internacional, associação para o tráfico)
- art.33, “caput” c.c art. 40, inc.I da Lei 11.343/2006;
- art.35 c.c art.40, inc. I da Lei 11.343/2006;

3. LUIZ CARLOS FERNANDES DE CARVALHO (Crimes: tráfico internacional, associação para o tráfico)
- art.33, “caput” c.c art. 40, inc.I da Lei 11.343/2006;
- art.35 c.c art.40, inc. I da Lei 11.343/2006;

4. LUCAS DONIZETTI BUENO DE CAMARGO (Crime: lavagem de dinheiro)
- art.1º, “caput” da Lei 9.613/98, três vezes

5. CAIO LUIZ CARLONI (Crimes: tráfico internacional, associação para o tráfico)
- art.33, “caput” c.c art. 40, inc.I da Lei 11.343/2006;
- art.35 c.c art.40, inc. I da Lei 11.343/2006;

6. SEBASTIÃO NUNES SIQUEIRA (Crime: lavagem de dinheiro)
- art.1º, “caput” da Lei 9.613/98, duas vezes;

7. MILTON MOTA Jr. - “BOCA” (Crime: associação para o tráfico)
- art.35 c.c art.40, inc. I da Lei 11.343/2006;

8. NABIH ROBERTO AWADA (Crime: lavagem de dinheiro)
- art.1º, “caput” da Lei 9.613/98;

9. HUGO LEANDRO TOGNINI (Crime: associação para o tráfico)
- art.35 c.c art.40, inc. I da Lei 11.343/2006;

10. EDUARDO PERES DA SILVA (Crime: lavagem de dinheiro)
- art.1º, “caput” da Lei 9.613/98;

11. ANTÔNIO FEITOSA NETO (Crime: lavagem de dinheiro)
- art.1º, “caput” da Lei 9.613/98;

12. JOÃO LEANDROSIQUEIRA - “NANDO”: (Crimes: tráfico internacional, associação para o tráfico)
- art.33, “caput” c.c art. 40, inc.I da Lei 11.343/2006;
- art.35 c.c art.40, inc. I da Lei 11.343/2006;

13. JURANDIR ROSA NOVAIS (Crime: lavagem de dinheiro)
- art.1º, “caput” da Lei 9.613/98;

14. ALGACIR BATISTA DE ABREU (Crime: lavagem de dinheiro)
- art.1º, “caput” da Lei 9.613/98;

15. CELIO BARBOSA DA FONSECA (Crime: lavagem de dinheiro)
- art.1º, “caput” da Lei 9.613/98;

16. CELSO LUIZ LOPES (Crime: associação para o tráfico)
- art.35 c.c art.40, inc. I da Lei 11.343/2006;

17. EZIO GUIMARÃES DOS SANTOS (Crime: associação para o tráfico)
- art.35 c.c art.40, inc. I da Lei 11.343/2006.

Veja também

Mais Lidas

1
Aquidauana

Bombeiros retomam buscas por turista

2
Policial

Polícia investiga morte de jovem de 24 anos ocorrida na madrugada

3
Policial

Homem é morto a facadas durante briga generalizada em bar

4
Anastácio

Jovem é assaltada por motociclista no Centro de Anastácio

Vídeos

Entrevista com os produtores do Longa-Metragem sobre Sasha Siemel

Tráfego de carretas no cruzamento da Duque de Caxias causa preocupação na população.

4ª Marcha pela Vida - Aquidauana MS

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Paraguai
4,74m
Miranda
4,67m
Aquidauana
3,65m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Vou...

Giovani José da Silva

HISTÓRIAS DE ADMIRAR: CONTRADIÇÕES

Robinson L Araujo

CASAMENTO: O Plano Perfeito de DEUS Para a Família - 1...

Ver Mais Colunas
498110582