A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
19 de Novembro de 2017
Anuncie Aqui
8504
Aquidauana

Leitura da peça 'Lembranças Aquidauanenses' lota auditório da UFMS

Peça teatral foi escrita por Rubens Corrêa, em alusão ao centenário de Aquidauana

8 AGO 2013 - 16h00min
redação / Aníbal Placêncio
Dezenas de pessoas lotaram o auditório do campus I da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), na noite desta quarta-feira (07), para assistirem ao espetáculo "Lembranças Aquidauanenses", realizado em homenagem ao dramaturgo Rubens Corrêa.
 
Natural de Aquidauana, Rubens foi um dos grandes atores e diretores de teatro brasileiro. Neto de Estevão Alves Corrêa, um dos fundadores da cidade, ele escreveu a peça teatral, no ano de 1992, em alusão ao centenário da Princesa do Sul.
 
A leitura da peça foi feita por Paulo Corrêa de Oliveira, que utilizou duas cadeiras especiais durante o espetáculo - uma delas em reverência ao homenageado da noite. Os relatos sobre o Cine Glória, que teve presença marcante na vida de Rubens Corrêa, despertando-o para a carreira artística, arrancaram reações entusiasmadas e aplausos da plateia, assim como as passagens sobre as tradições aquidauanenses, habitantes, amigos, praças e outros aspectos marcantes da cidade.
 
"É incrível que Rubens, relembrado sempre pelos seus papéis de personagens intensos, como o louco, o desvairado, o apaixonado, conseguiu criar um texto tão doce e singelo, e com um extremo poder de comunicação", afirma Paulo Corrêa, sobre a peça.
 
O evento contou com o apoio da Prefeitura Municipal - através da Fundação de Cultura - e fez parte da programação oficial do aniversário de Aquidauana, que completa 121 anos de fundação no dia 15 de agosto.
 
Sobre Rubens Corrêa
 
Rubens Corrêa nasceu no dia 23 de janeiro de 1931, em Aquidauana, e ficou famoso pelos seus papéis com personagens intensos. Se destacou em espetáculos como "A China é Azul", "O Beijo da Mulher Aranha" e "O Futuro Dura Muito Tempo" - este seu último trabalho, entre outros.
 
Também se tornou referência por seu trabalho na televisão e no cinema.  Ele morreu no dia 22 de janeiro de 1996, no Rio Janeiro.
Leitura da peça foi feita por Paulo Corrêa de Oliveira
Leitura da peça foi feita por Paulo Corrêa de Oliveira / Rhobson T. Lima
Leitura da peça foi feita por Paulo Corrêa de Oliveira

Veja também

Mais Lidas

1
Policial

Homem é preso por arrastar mulher no asfalto

2
Policial

Homem assassina jovem em carvoaria de fazenda na Estrada do Taboco

3
Policial

Homem é assassinado com tiro na cabeça enquanto discutia com a ex

4
Policial

Homem é encontrado morto na cama de casa após festa

Vídeos

4ª Marcha pela Vida - Aquidauana MS

Fiações rompidas são recuperadas e motoristas ‘fora do padrão’ podem ser responsabilizados

Moradores de Anastácio flagram óleo descendo para Rio Aquidauana

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
6,45m
Miranda
6,08m
Paraguai
1,72m

Colunas e Blogs

Giovani José da Silva

HISTÓRIAS DE ADMIRAR: DE VOLTA AO MEIO DO MUNDO (E AO ...

Manoel Afonso

Falta honra, sobra esperteza.

Robinson L Araújo

ME CONHECE COMO NINGUÉM

Ver Mais Colunas
498110796