A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
19 de novembro de 2018
Anuncie Aqui
8500
Aquidauana

Rádio Difusora participa de encontro de radiodifusores

23 JUN 2013 - 12h00min
Rádio e Negócios
A Rádio Difusora de Aquidauana, no ato representada pelo diretor de programação Plínio de Goes, participou nos dias 17 e 18 de junho do Tech-Days em Campo Grande -Encontro de Tecnologia para Radiodifusão.
 
O encontro de tecnologia para radiodifusão foi um evento organizado pela Embrasec, editora da revista Rádio e Negócios, com promoção da Associação das Emissoras de Radiodifusão do Mato Grosso do Sul (Aerms). Diversos assuntos foram abordados durante o evento, porém, um dos destaques foi a palestra do diretor jurídico da Abert, Rodolfo Machado Moura, que falou sobre a migração das rádios AM para o espectro FM.
 
Moura afirmou que a migração das rádios AMs será facultativa e não obrigatória. A mesma afirmação foi feita pelo secretário da Abert, Genildo Lins, que ressaltou ainda que a mudança será onerosa para o radiodifusor, que dever arcar com os equipamentos e um valor mínimo da outorga de canal FM para o município onde está sediado.
 
Ainda durante a palestra, o diretor jurídico disse que a minuta do projeto já está pronta e será enviada para o Congresso Nacional. Ele calculou ainda que 80% das emissoras AM do Brasil desejam migrar para o FM. A expectativa é que já a partir do segundo semestre as AMs comecem a fazer a migração.
 
Outro detalhe que foi abordado na palestra foram os critérios para a mudança. Rodolfo falou sobre a alteração de características legais, técnicas e operacionais da mudança. Segundo ele, a migração dependerá de viabilidade técnica, da adimplência da entidade junto ao Fistel, e ao pagamento do valor da outorga no município onde a rádio está sediada. Rodolfo ressaltou ainda que, na hipótese de, no momento da migração, o padrão digital do rádio FM estiver definido, o radiodifusor terá que se adequar ao novo sistema.
 
Em relação à potência das rádios que passarão a ser FM, o diretor jurídico explicou que, caso a rádio em Ondas Médias estiver na classe A, deverá ter seu enquadramento alterado para o piso da classe E em FM. As AMs que estiveram na classe B, passarão a ter o enquadramento na classe A. As rádios que estiverem na classe C, em FM, deverão ter enquadramento da classe B e, por fim, a potência máxima da emissora em Frequência Modulada estará limitada à potência da rádio em Ondas Médias.
 
A Tech Days terminou na terça-feira (18) e reuniu um grande número de radiodifusores e profissionais da área que participaram das outras palestras e painéis. O ciclo de eventos terá sequência em setembro, em Porto Seguro (com apoio da Abart) e em Belém (com apoio da Apert).

Veja também

Mais Lidas

1
Policial

Família escapa ilesa de veículo incendiado entre Bodoquena e Bonito

2
Aquidauana

Homem é preso em flagrante com arma alegando ser perseguido por facção criminosa

3
Policial

Traficante brasileiro mata namorada de 18 anos dentro de cela no Paraguai

4
Anastácio

Por causa de comida, homem dá socos em rosto da mulher no Bairro Cristo Rei

Vídeos

Entrevista com os produtores do Longa-Metragem sobre Sasha Siemel

Tráfego de carretas no cruzamento da Duque de Caxias causa preocupação na população.

4ª Marcha pela Vida - Aquidauana MS

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Paraguai
2,59m
Miranda
6,13m
Aquidauana
3,76m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Estamos...

Manoel Afonso

Otimismo & Patriotismo: o efeito Bolsonaro

Rosildo Barcellos

Emoção a Flôr da Pele

Ver Mais Colunas
498110584