A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
26 de Abril de 2017
Anuncie Aqui
8193
Aquidauana

Servidores protestam contra ?Pacote da Maldade? que dificulta negociações salariais

22 SET 2016 - 16h08min
Pedro Neto
Os servidores públicos municipais e estaduais de Aquidauana, contratados e efetivados, se reuniram hoje (22) pela manhã na Praça dos Estudantes, para protestar contra dois projetos de lei que tramitam na Câmara dos Deputados, em Brasília (DF). Com faixas, cartazes e apitos, cerca de 300 pessoas, entre trabalhadores da educação e da saúde, tomaram a praça e em seguida fizeram caminhada pelo centro da cidade.
 
Eles se manifestaram contra o descaso da gestão municipal em relação aos salários que há mais de três meses não vêm sendo pagos em dia, e também contra a PL257/2016 que mantém a renegociação da dívida com os Estados, retira outros impedimentos de carreira como o Limite Fiscal, o pagamento de promoções e progressões, mas mantém o Artigo 4º, que fala do teto de crescimento das receitas só de acordo com a inflação, o INPC.
 
 Para Francisco Tavares, Presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sinted) de Aquidauana, esses dois projetos constituem um ?Pacote de Maldade? já que tem como objetivo a reforma da previdência, e de modo geral uma retirada de direitos já sagrados aos servidores.
 
?A redução do investimento em políticas públicas fundamentais como a saúde e a educação, a privatização das empresas estatais, a entrega de nossas riquezas à exploração das empresas multinacionais, a retirada de diretos fundamentais da classe trabalhadora, o desemprego e o arrocho salarial, são políticas claras de desmonte. O cenário está sombrio e é de total retrocesso civilizatório. O momento põe em risco a democracia e a soberania nacional, que leva à precarização das condições de trabalho e de vida dos trabalhadores no campo e na cidade, coloca para o movimento sindical da educação o desafio de continuar fazendo a defesa incondicional dos direitos e interesses da classe trabalhadora", disse o representante do Sinted.
 
A paralisação de hoje tem a intenção de chamar a atenção da população sobre estes projetos que podem retirar os direitos do trabalhador e prejudicar a todos. As pessoas não acreditam que podem perder saúde, segurança e educação. O intuito é alertar a sociedade sul-mato-grossense para a perda de direitos da Classe Trabalhadora que irá atingir em cheio a qualidade do ensino público brasileiro.
 
Grupo protestou nesta quinta-feira por melhores condições de trabalho. Fotos: O Pantaneiro
Grupo protestou nesta quinta-feira por melhores condições de trabalho. Fotos: O Pantaneiro
Grupo protestou nesta quinta-feira por melhores condições de trabalho. Fotos: O Pantaneiro

Veja também

Mais Lidas

1
Geral

Três soldados morrem afogados em treinamento do Exército

2
Policial

Estudante que filmou sexo com cadela está preso

3
Anastácio

Trabalhador fica gravemente ferido após acidente em frigorífico de Aquidauana

4
Geral

Aquidauana se despede de Jaime Corrêa de Oliveira, o dono do cinema

Vídeos

Blitz educatica frente ao Exercito

Sucuri de três metros é capturada em Anastácio-MS

Blitz educativa Aquidauana-MS

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
4,26m
Miranda
4,73m
Paraguai
2,91m
Rio Cuiabá
3,44m
Rio Taquari
4,94m

Colunas e Blogs

Giovani José da Silva

HISTÓRIAS DE ADMIRAR: ORAÇÕES

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

Do abraço, do afago e do aconchego: as distâncias, apen...

Raquel Anderson

Pequeno profundo diário IV

Ver Mais Colunas
472810843