A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
20 de Janeiro de 2018
Anuncie Aqui
8502
Latrocínio

Walerson encomendou carro com menores amigos de empresário, diz Polícia Civil

Em uma das versões, o veículo roubado da vítima foi encomendado e, na outra, teria sido tomado por dívida de droga

19 JUN 2017 - 18h22min
Da Redação

A Polícia Civil trabalha com duas hipóteses sobre o latrocínio do empresário Ronaldo dos Santos Batista, 38 anos, registrado na madrugada desta segunda-feira. Em uma delas, o veículo roubado da vítima foi encomendado e, na outra, teria sido tomado por dívida de droga. Segundo o delegado Eder Oliveira Moraes, titular da delegacia de Aquidauana, em ambas versões, Walerson Ozorio, 21 anos, surge como mandante e teria oferecido R$ 5 mil aos executores, diferente do que havia sido apresentado inicialmente.

O delegado explica que os dois adolescentes de 17 anos detidos no Bairro São Cristóvão são amigos, e teriam participado de forma direta no assassinato. A dupla teria passado o dia na casa da vítima, em Anastácio, pois a conheciam há algum tempo. "Antes de pegar o carro, eles deram uma garrafada na cabeça de Ronaldo, depois o amarram e jogaram na piscina, usando o vaso de flor para afundar o corpo. Este foi o relato coeso dos dois sobre como o mataram", disse.

Suposto vaso que teriam amarrado em Ronaldo para afogá-lo

Suposto vaso que teriam amarrado em Ronaldo para afogá-lo 

Uma quarta pessoa, que é maior de idade e sabia dirigir, foi até o imóvel e levou o automóvel de lá até onde mora Walerson, no Bairro Nova Aquidauana, em Aquidauana. Assustado com a repercussão da morte por meio da imprensa local, Walerson abandonou o carro, modelo Saveiro Cross, nas imediações do lixão, perto da pista de motocross. O veículo foi apreendido em operação conjunta entre a Polícia Civil e unidades especializadas do 7º Batalhão da Polícia Militar.

Versões

Segundo o delegado, os dois adolescentes apreendidos deram versões distintas sobre a motivação, embora tenham concordado a respeito da execução. Um deles afirma que foi contratado por Walerson por R$ 5 mil para lhe entregar um carro roubado, no caso, a Saveiro do empresário. Diante do que considerava alto valor e avaliando o risco, convidou o outro adolescente para ajudá-lo com a promessa de dividir o dinheiro arrecadado no crime.

O outro menor, por sua vez, diz que Walerson lhes ofereceu os mesmos  R$ 5 mil para buscar o carro de Ronaldo. O veículo seria "confiscado" por causa de uma dívida de drogas. Ou seja, a vítima teria consumido entorpecentes fornecidos pelo autor, que já foi preso por tráfico, mas não teria pagado. Por isso, Walerson pediu a picape como forma de compensar esta dívida. O delegado de Aquidauana lembra ainda que todos os envolvidos, incluindo a vítima, se conheciam.

Velório

Residente em Anastácio, Ronaldo era dono do restaurante Estação Pantaneira, em Aquidauana. O corpo está sendo velado na Capela da Pax Universal, em Aquidauana, na Rua Cassimiro Bruno, 851, Bairro Alto. De acordo com familiares, o sepultamento está agendado para às 8 horas de amanhã.

Saveiro que foi encomendada pelo Walerson
Saveiro que foi encomendada pelo Walerson / Luiz Guido
Saveiro que foi encomendada pelo Walerson

Veja também

Mais Lidas

1
Aquidauana

Jovens são presos por tráfico de drogas na Santa Terezinha

2
Aquidauana

Após descobrir vitiligo aos 15 anos, Vitória faz jus ao seu nome e luta diariamente contra preconceito

3
Aquidauana

Após alagamento da Vila 40, moradores lamentam estragos causados pela chuva

4
Aquidauana

Criminoso furta residência na Vila Pinheiro

Vídeos

Entrevista com os produtores do Longa-Metragem sobre Sasha Siemel

Tráfego de carretas no cruzamento da Duque de Caxias causa preocupação na população.

4ª Marcha pela Vida - Aquidauana MS

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
5,18m
Miranda
7,00m
Paraguai
2,96m

Colunas e Blogs

Manoel Afonso

Tio comunista não apoiou sobrinho tucano

Valdemir Gomes

Busque...

Rosildo Barcellos

Ergonomia e aprendizagem infantil

Ver Mais Colunas
498110822