A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
21 de Setembro de 2017
Anuncie Aqui
8470

Trio de militares que morreu em acidente na BR-267 é identificado

10 SET 2016 - 09h00min
Nyelder Rodrigues e Fernanda Yafusso - Campo Grande News
Foram identificados como Jairo Ortiz, de 20 anos, João Lucas da Silva Neves, de 18, e José Henrique Duarte de Freitas, 20 anos, os três militares do Exército que morreram na tarde de sexta (9) em uma capotagem na BR-267, próximo a ponte do Rio Perdido, em Porto Murtinho - cidade localizada a 431 km de Campo Grande.
 
Ambos eram militares em Porto Murtinho, sendo que apenas Jairo era de lá, enquanto os outros dois jovens eram de Bonito. O trio seguia pela rodovia com destina à Murtinho em um veículo com mais dois ocupantes, que sobreviveram ao acidente.
 
O condutor do carro perdeu o controle da direção ao passar na ponte sobre o rio Perdido e capotou. Com o impacto, os três militares que estavam no banco de trás do carro morreram na hora.
 
Já os dois militares que sobreviveram foram encontrados às margens da rodovia e encaminhados para o socorro médico. A PRF (Polícia Rodoviária Federal) precisou usar o desencarcerador para retirar os três corpos dos rapazes que morreram dentro do veículo.

Os cinco amigos saíram do quartel da 2ª Companhia de Fronteira e iriam passar o fim de semana em Bonito.

Veja também

Mais Lidas

1
Aquidauana

AGORA: colisão na BR-262 deixa duas vítimas feridas

2
Turismo

Primeira chef de cozinha indígena do país é de Aquidauana

3
Policial

Mineiro filmado maltratando sucuri em MS é multado e pousada é fechada

4
Saúde

Idosa morre de infarto e moradores acreditam que calor contribuiu

Vídeos

Acidente na BR 262 próximo ao trevo de Dois Irmãos do Buriti

Entrevista Comandante Tito Lívio - Aeroclube de Aquidauana MS

Semana Nacional de trânsito inicia em Anastácio com blitz educativa

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
2,38m
Miranda
2,10m
Paraguai
3,39m

Colunas e Blogs

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

DEPOIS.....

Giovani José da Silva

HISTÓRIAS DE ADMIRAR: E AGORA, ARNALDO?

Valdemir Gomes

Adeus...

Ver Mais Colunas
498110558