A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
19 de fevereiro de 2019
Anuncie Aqui
8508
Ações

Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil: em 5 anos, MPT ajuizou 946 ações

De 2013 a 2017, a instituição ajuizou 946 ações civis públicas relacionados à temática

12 JUN 2018 - 15h36min
Assessoria

O Ministério Público do Trabalho (MPT) enfatiza, nesta terça-feira (12) – Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil – a importância de se buscar a erradicação do trabalho entre crianças e a regularização do labor entre adolescentes. De 2013 a 2017, a instituição ajuizou 946 ações civis públicas relacionados à temática. Já o volume de termos de ajustamento de conduta (TACs) firmados pelo MPT é ainda maior: foram 7.203 no mesmo período, o que mostra a relevância de sua atuação extrajudicial.

Para o procurador do MPT e vice-coordenador nacional de Combate à Exploração do Trabalho de Crianças e Adolescentes (Coordinfância), Ronaldo Lira, os dados mostram o engajamento do MPT na causa. “Essa é uma das nossas principais áreas de atuação: o combate ao trabalho infantil e a regularização do trabalho de adolescentes, através de ações estratégicas”, relata. Ele explica que a Coordinfância tem combatido o trabalho infantil por meio de três eixos: aprendizagem, educação e políticas públicas. “Além disso, nós temos acompanhado projetos de lei, temos feito muitas campanhas contra o trabalho infantil”, completa Lira.

Apesar dos esforços, a situação do trabalho escravo no Brasil ainda apresenta números importantes. Dados do Observatório do Trabalho Escravo apontam que crianças e adolescentes não apenas trabalham, mas estão expostas ao trabalho escravo: de 2003 a 2017, foram resgatadas 897 crianças e adolescentes em situação análoga à de escravo.

Além disso, eles também são vítimas frequentes de acidentes. Entre 2012 e 2017, 15.675 menores de 18 anos foram vítimas de acidentes de trabalho, segundo o Observatório Digital de Saúde e Segurança do Trabalho. Dados o Ministério da Saúde apontam também que, entre 2007 e 2017, 236 pessoas entre 5 e 17 anos foram vítimas de acidentes fatais de trabalho.

Mato Grosso do Sul

No Brasil, cerca de 2,7 milhões de crianças e adolescentes, na faixa etária de 5 a 17 anos, são explorados pelo trabalho precoce (dos quais 46 mil em Mato Grosso do Sul, sendo 58,7% do sexo masculino e 41,3% do sexo feminino), segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad 2015), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Essas estatísticas também são uma amostragem e, portanto, não consideram as vítimas do narcotráfico nem de outras atividades ilícitas e insalubres.

Entre 2016 e os cinco primeiros meses deste ano, o Ministério Público do Trabalho em Mato Grosso do Sul instaurou 112 procedimentos investigatórios em razão de denúncias relacionadas à exploração do trabalho da criança e do adolescente. Nesse mesmo intervalo de tempo, foram ajuizadas 14 ações e assinados 35 TACs.

Segundo a coordenadora Regional da Coordinfância em Mato Grosso do Sul, procuradora Cândice Arosio, a atuação repressiva do MPT no combate ao trabalho infantil é muito importante para garantir a defesa dos direitos e interesses das vítimas, bem como para assegurar um efeito pedagógico que busque evitar a repetição do ilícito. "Contudo, somente a promoção de políticas públicas, envolvendo várias áreas de atendimento, será capaz de enfrentar as causas desse problema e trazer uma mudança de paradigmas para o futuro", defendeu.

Para chamar atenção ao tema neste Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil, o MPT em Mato Grosso do Sul abraçou a campanha publicitária "Quando a infância é perdida não tem jogo ganho", idealizada pelo MPT na Paraíba com foco no combate à mão de obra infantil durante o São João e a Copa do Mundo. 

Peças da campanha estão nas ruas de Campo Grande, Dourados e Três Lagoas até o dia 24 de junho, sendo exibidas em outdoors espalhados por diversos pontos e busdoors que circulam nas cidades.

Distrito Federal e Tocantins 

Já o MPT no Distrito Federal e Tocantins, lançou, na última semana, campanha publicitária de conscientização, em parceria com a Fórum Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (FNPETI), com a Organização Internacional do Trabalho (OIT) e com a Organização Faça Bonito. Com o slogan “Não proteger a infância é condenar o futuro”, a iniciativa conta com peças publicitárias que apresentam o reflexo no futuro da criança que trabalha, impedindo que ela possa se desenvolver profissionalmente.

Além de destacar os riscos ocupacionais e de saúde, a campanha visa conscientizar a população sobre o mito de que o trabalho infantil dignifica e que é “melhor estar trabalhando, do que na rua”. A mensagem passada deixa claro que a consequência do labor precoce é um futuro profissional interrompido, onde a criança que trabalha tende, em sua fase adulta, reproduzir o ciclo de pobreza de sua família e se manter em subempregos durante toda sua vida. 

As veiculações das peças ganharam destaque em Brasília, sendo expostas no METRÔ-DF e em espaços públicos a partir do interesse mútuo com empresas públicas e privadas que também se engajaram na campanha.

Também para promover debate sobre o assunto, a Escola Superior do Ministério Público da União (ESMPU) realiza, nos dias 12 e 13, o simpósio “A proteção da criança e do adolescente frente ao trabalho infantil: atuação necessária como garantia do direito à vida”, que contará com a participação de procuradores do MPT. Outras ações poderão, ainda, ser promovidas regionalmente pelas procuradorias nos estados em todo o país.

 (67) 99984.6000

Veja também

Mais Lidas

1
Aquidauana

Dono de motel em Aquidauana é preso com fuzil e munições na Vila Paraíso

2
Aquidauana

Motociclista fica ferido ao perder controle e cair em Aquidauana

3
Anastácio

Conselheira tutelar e filho são presos por tráfico de drogas em Anastácio

4
Aquidauana

Jovem de 23 anos é preso com maconha perto de posto de saúde em Aquidauana

Vídeos

1º Leilão Direito de Viver

Ciclista sofre fratura após ser atropelado por caminhão

Despedida do Pe. Thiago Machado

Ver mais Videos

Previsão do Tempo

min23 max29

Aquidauana

Sol com muitas nuvens durante o dia. Períodos de nublado, com chuva a qualquer hora.
min23 max29

Anastácio

Sol com muitas nuvens durante o dia. Períodos de nublado, com chuva a qualquer hora.

Níveis dos Rios Hoje

Paraguai
2,52m
Miranda
5,26m
Aquidauana
2,66m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Aqui...

Robinson L Araujo

QUANDO A FAMÍLIA FAZ DO PERDÃO UMA PONTE DE RESTAURA...

Raquel Anderson

Morrer na lama!

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Escolas Municipais

Escola Municipal Indígena Francisco Pires

, Distrito de Taunay - 79200-000 Aquidauana/MS (67)
Academias

Ativação

Rua José Bonifácio, s/n Alto - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-2109
Auto Escolas

Auto Escola União

Rua Marechal Mallet, 622 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS 67 - 3241-2506 / 840
Ver Mais
508110867
SERIEMA FIXO