A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
19 de outubro de 2019
Anuncie Aqui
9032-->
Brasil

Reforma da Previdência pode ser votada em 1º turno nesta terça-feira

A presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), Simone Tebet (MDB-MS), disse que a reforma da Previdência está “blindada”

22 SET 2019 - 12h23min
Agência Brasil

A reforma da Previdência terá um capítulo decisivo na próxima semana. Está marcada para a próxima terça-feira (24), no plenário do Senado, a votação em primeiro turno da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) da reforma. Segundo parlamentares, o clima é favorável a uma aprovação.

A presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), Simone Tebet (MDB-MS), disse que a reforma da Previdência está “blindada”. Pela manhã, será votado na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), o relatório referente às emendas recebidas em plenário. À tarde, a PEC vai para o plenário. A expectativa é cumprir o calendário, votando em segundo turno no dia 10 de outubro.

“Na semana seguinte, começarmos a votação em segundo turno. Em 10 de outubro, temos condições de entregar para o Brasil a reforma da Previdência”, disse Tebet.

Na primeira passagem da reforma pela CCJ, o relator da PEC, Tasso Jereissati (PSDB-CE), leu e submeteu seu parecer à comissão, que foi aprovado por 18 votos a 7 e levado ao plenário. No plenário, foram realizadas cinco sessões de discussão do tema.

Nem todas as sessões reservadas à reforma tiveram um quórum alto. Em algumas, poucos senadores pediram espaço para fala. O deputado Paulo Paim (PT-RS) pediu alteração das regras de aposentadoria especial, para profissões danosas à saúde e  mudanças nas regras de pensão por morte.

Em seu relatório, referente às emendas de plenário, Jereissati rejeitou 76 emendas recebidas no plenário do Senado que poderiam modificar a proposta e obrigar a volta do texto à análise dos deputados. O relator, no entanto, mudou a redação sobre o ponto que trata da criação de uma alíquota de contribuição mais baixa para os trabalhadores informais.

Cientes de que o relator não fará mudanças que provoquem a volta do texto à Câmara, alguns senadores jogam suas fichas na chamada PEC Paralela. A PEC, também relatada pelo tucano, promete trazer regras mais benéficas aos trabalhadores e foi criada para evitar alterações na PEC principal e, consequentemente, possibilitar uma aprovação em outubro.

A expectativa de Jereissati e Tebet é que haja uma diferença de 15 dias entre as votações da PEC original e as votações da paralela. No caso dessta, porém, a aprovação definitiva ainda levará tempo, uma vez que ainda precisa ser apreciada pela Câmara dos Deputados.

 

Veja também

Mais Lidas

1
Aquidauana

Vídeo: Mulheres furtam R$ 600 em perfumaria dentro de loja no centro de Aquidauana

2
Policial

Trabalhador desaparece em fazenda e família teme que tenha sido atacado por onça

3
Aquidauana

Mototaxista entra em contato com a família e diz que moto quebrou na estrada

4
Aquidauana

Mototaxista de 47 anos desaparece ao sair para fazer uma corrida na rodoviária de Aquidauana

Vídeos

Bolivianos que levavam 15,9 quilos de cocaína em veículo são presos em Miranda

Eleição de Miranda

Empresário de 31 anos pesca Surubim de mais de 40 kg no Rio Miranda

Ver mais Videos

Previsão do Tempo

min24 max32

Aquidauana

Sol com muitas nuvens durante o dia. Períodos de nublado, com chuva a qualquer hora.
min24 max32

Anastácio

Sol com muitas nuvens durante o dia. Períodos de nublado, com chuva a qualquer hora.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
2,33m
Miranda
1,70m
Paraguai
1,84m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Quando...

Giovani José da Silva

HISTÓRIAS DE ADMIRAR: SER PROFESSOR (2)

Raquel Anderson

Divisionismo!

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Médicos

Jose Luiz Quelho - Ginecologista

Rua Pandiá Calógeras, 364 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-3904
Médicos

Sandra M. A. Zurutuza - Pediatra

Manoel Antonio Paes de Barros, 606 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-3783
Empréstimos

Matrix Empréstimos

Av. Manoel Murtinho, 1334 Centro - 79210-000 Anastácio/MS (67) 3245-0610
Ver Mais
508110611