A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
11 de dezembro de 2018
Anuncie Aqui
8504
Ciência

Pessoas têm mais empatia por cães do que por humanos

Maus-tratos contra cachorros adultos comovem mais do que contra homens de mesma idade, mas impacto em relação a filhotes e bebês é igual

15 AGO 2013 - 13h00min
Veja
As pessoas têm mais empatia por cães maltratados do que por humanos adultos, concluiu um estudo divulgado neste mês na 108ª Reunião Anual da Associação Sociológica Americana. O impacto é diferente na questão idade: filhotes comovem tanto quanto bebês, mas cães adultos provocam mais empatia do que pessoas adultas.
 
"Ao contrário do que se imagina, não é que necessariamente o sofrimento animal nos comove mais que o humano", explicou Jack Levin, professor de sociologia e criminologia da Universidade Northeastern e autor do estudo. "Nossos resultados indicam uma situação muito mais complexa a respeito da idade e da espécie das vítimas, sendo a idade o componente mais importante".
 
"O fato é que as vítimas de crimes que são humanos adultos recebem menos empatia do que as crianças, os filhotes e os cães adultos que são vítimas de abuso ou crimes. Isso indica que os cachorros adultos são vistos como dependentes e vulneráveis, tais como seus filhotes e como as crianças", explicou Levin.
 
Em seu estudo, Levin e o coautor Arnold Arluke, outro professor da Universidade de Northeastern, consideraram as opiniões de 240 homens e mulheres, com idades entre 18 e 25 anos.
 
Durante a pesquisa, os participantes receberam aleatoriamente quatro artigos fictícios sobre abusos de crianças de um ano de idade, um adulto de 30 anos, um filhote e um cachorro de seis anos de idade. As histórias eram idênticas, exceto pela identificação da vítima. Depois que os participantes leram o artigo, os pesquisadores pediram que os mesmos qualificassem seu grau de empatia em relação à vítima.
 
"Nos surpreendeu a interação de idade e espécie", disse Levin em sua apresentação. "A idade parece ser mais relevante que a espécie quando se trata de obter empatia. Aparentemente, considera-se que os humanos adultos são capazes de se proteger, enquanto os cachorros adultos são vistos como filhotes maiores". A diferença entre a empatia despertada pelas crianças e pelos filhotes de cachorro foi insignificante estatisticamente, segundo o autor. (Com agência EFE)

Mais Lidas

1
Região

Comerciante de Miranda se assusta com bombons cheios de larvas

2
Policial

Após tiros com bala de borracha e perseguição, PM prende 3 por tráfico

3
Aquidauana

Homem pede ajuda para encontrar casa da irmã após dormir no Cemitério Municipal

4
Aquidauana

Aquidauana: inscrições para vagas com salário de até R$ 6,2 mil terminam hoje

Vídeos

Entrevista com os produtores do Longa-Metragem sobre Sasha Siemel

Tráfego de carretas no cruzamento da Duque de Caxias causa preocupação na população.

4ª Marcha pela Vida - Aquidauana MS

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Paraguai
2,59m
Miranda
6,13m
Aquidauana
3,76m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

O...

Giovani José da Silva

HISTÓRIAS DE ADMIRAR: DAR, RECEBER E RETRIBUIR

Robinson L Araujo

JESUS, SACERDOTE FIEL!

Ver Mais Colunas
498110641
SERIEMA 1260