A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
18 de Outubro de 2017
Anuncie Aqui
8502
Rosildo Barcellos

Heróis Brasileiros

Rhobson
26 JUN 2017 - 13h11min

   A cultura é uma lente através do qual as pessoas se encontram no mundo. Infelizmente para esse assunto, não encontramos uma rica literatura mas encontramos  pessoas dispostas a preservar o que se conta a respeito. Sobre os atos do brasileiro Pedro José  Rufino  contamos com a memória viva de munícipes e dos registros em livros já existentes. É o caso  do engenheiro Antônio Sena Madureira em seu livro “Datas Matogrossenses”  onde cita vários feitos de personagens regionais.O relato de Miguel Ângelo Palermo, sobre a situação política de Nioaque, nos inícios da República; o histórico de sua carreira militar finalizada em 1892,  que traça o seu perfil até a patente de Coronel. O testemunho do 10º. Regimento de Cavalaria Mecanizada, em Bela Vista, que o considera seu comandante n. 1, inclusive aonde está uma urna com seus restos mortais. Tive também o contato com  João Francisco dos Santos Neto ex vice-prefeito de Nioaque, que conhece palmo a palmo desta terra, assim como a tamanha importância do testemunho de quem o conheceram pessoalmente, no livro Retirada da Laguna. Obra prima do nosso Visconde de Taunay (Alfredo Maria Adriano d'Escragnolle Taunay),e no Dicionário das batalhas página 341.

   Este texto em particular que retrata momentos de angústia sempre me emociona “Do Canindé, segui incontinentemente para Nioac, encontrando  pelo caminho restos de carros queimados e mantimentos.    A leguas de distancia viram a força as casas de palha do acampamento ardendo, estando ás duas horas da tarde n’aquelle  logar de desolação e tristeza”.“Os paraguaio que chegaram em Nioac eram poucos.   A Guarnição que havia ficado  para proteger o local e as coisas, fugiram.Os paraguaios atearam fogo sobre Nioac mais uma vez”.

   E assim num momento nacional, que induz reflexo de uma busca mundial dos valores da cooperação entre os povos,, da promoção da paz através da superação da desigualdade e dos conflitos interno e externos; da defesa da dignidade do ser humano; da busca da ética nas relações e no uso do bem público; do respeito à ecologia e estímulo à educação à cidadania, a história regional faz memória do passado e encontra razões para celebrar, pessoas a imitar, desafios a vencer e novas perspectivas a construir., brasileiros precisam ser reverenciados. Os do passado como  Pedro José Rufino,  comandante das tropas brasileiras na Retirada da Laguna, e os do rpesente, como o  Professor Gilberto Chierice que publicou artigos sobre a  adaptação de uma substância conhecida como fosfoetanolamina sintética, e demonstrou eficácia em muitos pacientes tomados pelo câncer. E o que precisamos: Heróis brasileiros, vida nova para este país, com um passado forte e um porvir glorioso.

 

Veja também

Mais Lidas

1
Aquidauana

Casa do Trabalhador de Aquidauana oferece 11 vagas de emprego nesta terça-feira

2
Anastácio

Marido tenta estrangular e ameaça passar serrote no pescoço da mulher

3
Aquidauana

Promotora nega notificação a vendedores ambulantes e diz que apura outras irregularidades

4
Policial

Assentado mata cachorro a tiros porque animal atacava seus patos e galinhas

Vídeos

4ª Marcha pela Vida - Aquidauana MS

Fiações rompidas são recuperadas e motoristas ‘fora do padrão’ podem ser responsabilizados

Moradores de Anastácio flagram óleo descendo para Rio Aquidauana

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
2,87m
Miranda
2,28m
Paraguai
2,41m

Colunas e Blogs

Raquel Anderson

Oswaldão e o horário de Verão!

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

Viajar só faz bem...

Pedro Puttini Mendes

Aquidauana: "meio" ambiente ou um ambiente inteiro?

Ver Mais Colunas
498110595