A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
17 de Agosto de 2017
Anuncie Aqui
8463

Lava-jato foi fechado por não cumprir normas de legislação ambiental

2 SET 2016 - 07h59min
PMS/MS
Policiais Militares Ambientais de Corumbá realizavam fiscalização ambiental urbana ontem (31) quando averiguaram uma empresa de limpeza automotiva (lava-jato) que funcionava ilegalmente.
 
A empresa estava em desacordo com a licença ambiental obtida, não possuía dispositivos de tratamentos dos resíduos (caixa separadora de óleo), bem como não dispunha de containers para armazenamentos de resíduos sólidos e também não apresentou comprovantes de recolhimento de resíduos por empresa especializada.
 
As atividades foram paralisadas e o proprietário da empresa foi multado em R$ 1,1 mil. Ele também foi notificado a regularizar as atividades. O autuado ainda responderá por crime ambiental de funcionar atividade potencialmente poluidora sem estar em conformidade com a devida autorização ambiental. Se condenado, poderá pegar pena de detenção, de três meses a um ano de detenção.

Veja também

Mais Lidas

1
Policial

Morador flagra ladrão dentro da garagem de casa

2
Geral

Três pessoas ficam feridas depois de carro sair da pista na rodovia BR-262

3
Geral

Rua cheia de buracos é alvo de protestos de moradores depois da volta da chuva

4
Aquidauana

Casa do Trabalhador de Aquidauana oferece uma vaga de emprego

Vídeos

Indígenas fecham BR-262, acesso a Taunay

3º Desafio Mountain Bike - Piraputanga MS

18 Festival de Inverno de Bonito

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
3,30m
Miranda
2,12m
Paraguai
4,24m

Colunas e Blogs

Pedro Puttini Mendes

Imposto Territorial Rural de 2017: muda o ano, os probl...

Valdemir Gomes

Tamanduá...

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

Aquidauana...quais caminhos percorrerá?

Ver Mais Colunas
481710470