A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
17 de Janeiro de 2018
Anuncie Aqui
8502
Cultura

CineMIS de agosto exibe Mostra Cinema Boliviano com entrada franca

Mostra será realizada nesta semana. Exibições fazem parte do projeto CineMIS.

11 AGO 2013 - 10h30min
redação / Aníbal Placêncio
A FCMS (Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul) realiza, de segunda (12) a sexta-feira (16), a Mostra Cinema Boliviano, no MIS (Museu da Imagem e do Som). As exibições acontecem sempre às 19 horas, são gratuitas e fazem parte do projeto CineMIS.
 
A mostra conta com a parceria do Grupo Folclórico Boliviano T´ikay e da Associação de Professores de Espanhol de Mato Grosso do Sul, com a colaboração das professoras Ingra Lidia F. Padilha (Uniderp) e Suzana Mancilla Barreda (UFMS/CPAN).
 
O CineMIS apresentará na Mostra uma programação de produções cinematográficas premiadas e contemporâneas realizadas por diretores consagrados pela crítica e pelo público boliviano. As exibições também celebram a independência da Bolívia (comemorada em 06 de agosto) e são uma excelente oportunidade de conhecer a sétima arte do país vizinho, considerando que as produções fílmicas bolivianas possuem trajetória conhecida em outros continentes, porém pouco divulgadas no circuito sul-mato-grossense.
 
Os filmes escolhidos para a Mostra desse ano são de produção recente, realizados entre os anos de 2004 e 2009 e dão um panorama sobre a produção boliviana atual, com dois dramas: Escríbeme ? Postales a Copacabana (Escreva-me - Postais a Copacabana) e DíBuenDía a Papá (Dê bom dia a papai); duas comédias: Sina Quina e Quien mato lallamitablanca  (Quem matou a pequena lhama branca?) e um filme com enredo policial: El Atraco (O Assalto).
 
Destaque para DíBuenDía a Papá (Dê bom dia a papai), de Fernando Vargas Villazón, ganhador do Prêmio de Melhor película estrangeira em espanhol, 25ª Edição do Prêmio Goya da Academia da Espanha (2005), e El Atraco (O Assalto), de Paolo Agazzi, ganhador do Grande Prêmio do XIX Festival de Cinema Latinoamericano de Trieste, Itália (2004).
 
"A cultura boliviana é muito rica e de valor inestimável, sendo muito presente em nosso Estado não só pela sua força e pela posição geográfica privilegiada que ocupamos, mas também pelo importante trabalho de pessoas e grupos diversos. A Mostra Cinema Boliviano apresenta um olhar contemporâneo sobre esta cultura e oferece ao público em geral a oportunidade de conhecer produções audiovisuais de grande qualidade, contribuindo para a democratização do acesso à cultura e ao conhecimento no Estado?, explica o presidente da FCMS, Américo Calheiros.
 
O Grupo T´ikay reforça o convite para o grande público, que terá a oportunidade de assistir em idioma original a uma Mostra significativa do ponto de vista cultural. ?Queremos que os filmes bolivianos promovam e provoquem discussões diversas sobre aspectos históricos, culturais e sociais da Bolívia sob a ótica de uma cinematografia representativa?, analisa Ingra Padilha, professora da Uniderp.
 
Todas as sessões são sem legendas, uma vez que não existem cópias legendadas das obras audiovisuais selecionadas.
 
Confira as sinopses e a programação:
 
12 de agosto (segunda-feira)
Escríbeme ? Postales a Copacabana (Escreva-me - Postais a Copacabana)
Escríbeme ? Postales a Copacabana nos revela três mundos, três gerações, três mulheres, cada uma delas, a sua maneira, em busca de seu destino. O outro grande protagonista da história com sua majestosa beleza é o lago Titicaca, soberbo marco geográfico de uma história de sentimentos, frustações e esperanças.
Diretor: Thomas Kronthaler. (Drama, 95min, 2009).
 
13 de agosto (terça-feira)
Sena quina
A história de dois vigaristas, um camba e um colla, que sobrevivem aplicando pequenos e engenhosos golpes. Suas vidas tomam um rumo inesperado quando, ao tentar aplicar mais um golpe, a vítima acaba sendo mais esperta do que eles.
Diretor: Paolo Agazzi. (Comédia, 91min, 2005).
 
14 de agosto (quarta-feira)
El Atraco (O assalto)
Bolívia. Final dos anos oitenta. Uma camionete que leva uma remessa de dinheiro, salário de milhares de mineiros, é assaltada nas montanhas andinas: o motorista, o caixa e a polícia de escolta são vitimados traiçoeiramente. Após o crime se inicia uma investigação com denúncias de corrupção e impunidade onde até a polícia está envolvida.
Diretor: Paolo Agazzi. (Policial, 126min, 2004).
 
15 de agosto (quinta-feira)
DíBuenDía a Papá (Dê bom dia a papai)
Em algum lugar do Vallegrande, Bolívia, se encontra enterrado Ernesto Che Guevara. Esta é a história de três gerações do vale, onde as vidas dos protagonistas se entrelaçam para narrar a história local, de um pequeno povo que, por 30 anos, escondeu os restos do grande líder revolucionário.
Diretor: Fernando Vargas Villazón. (Drama, 115 min, 2005).
 
16 de agosto (sexta-feira)
Quien mato lallamitablanca (Quem matou a pequena lhama branca?)
Jacinto e Domitila, um casal de índios bolivianos, são os criminosos mais procurados do país. Contratados para levar um carregamento de drogas até a fronteira com o Brasil, têm a viagem complicada quando são perseguidos por Cacho, um tenente corrupto e o aprendiz Maurício, um jovem cadete racista. Cheio de reviravoltas e bom humor, o filme é uma comédia com elementos de roadmovie.
Diretor: Rodrigo Bellott. (Comédia, 112 min, 2006).
 
Serviço
 
O projeto CineMIS de agosto (Mostra Cinema Boliviano) acontece de 12 a 16 de agosto no Museu da Imagem e do Som, que fica no Memorial da Cultura e da Cidadania, na Avenida Fernando Corrêa da Costa, 559, 3º andar, em Campo Grande. Mais informações pelo e-mail mis@fcms.ms.gov.br e pelo telefone (67) 3316-9178.

Veja também

Mais Lidas

1
Anastácio

Após ser 'pego no flagra', homem agride namorada em Anastácio

2
Policial

Homem que matou ex na frente das filhas é encontrado morto

3
Aquidauana

Homem joga veículo contra policial militar após ser abordado na Teodoro Rondon

4
Aquidauana

Direção do Estabelecimento Penal de Aquidauana doa banco para família de menino doente fazer rifa

Vídeos

Entrevista com os produtores do Longa-Metragem sobre Sasha Siemel

Tráfego de carretas no cruzamento da Duque de Caxias causa preocupação na população.

4ª Marcha pela Vida - Aquidauana MS

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
5,18m
Miranda
7,00m
Paraguai
2,96m

Colunas e Blogs

Giovani José da Silva

HISTÓRIAS DE ADMIRAR: CHEGADAS & PARTIDAS (OU PERDIDOS...

Robinson L Araujo

DIFICULDADES SE LEVANTAM PARA SEREM VENCIDAS

Pedro Puttini Mendes

Agenda Ambiental de 2017 e o que espera o agronegócio ...

Ver Mais Colunas
498110546