A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
16 de outubro de 2018
Anuncie Aqui
8498
Cultura

FCMS inaugura exposição 'Ouvidores de Cores' no Centro Cultural

Exposição será aberta na quarta-feira. Serão apresentados trabalhos de cinco artistas.

4 AGO 2013 - 12h00min
redação / Aníbal Placêncio
A FCMS (Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul) inaugura, na próxima quarta-feira (07), a exposição ?Ouvidores de Cores", do Ateliê de arte do Hospital Nosso Lar, às 19 horas, no foyer do Teatro Aracy Balabanian no Centro Cultural José Octávio Guizzo.
 
O Hospital Nosso Lar, situado na Vila Planalto, em Campo Grande, é uma entidade com fins filantrópicos que disponibiliza atendimento a pessoas portadoras de transtornos mentais crônicos e agudos, e de dependentes químicos e alcoolistas, em regime de hospitalização.
 
Fundado em 1966, atende todo o estado de Mato Grosso do Sul, dispondo de 210 leitos, sendo 160 atendidos pelo SUS (Sistema Único de Saúde) e 50 leitos atendidos por vários convênios, e tem como objetivo maior promover e ofertar o melhor cuidado possível aos pacientes, preservando sempre os ideais humanitários.
 
Desde 1997, o setor de Terapia Ocupacional do Hospital Nosso Lar realiza atividade de pinturas com pessoas hospitalizadas com fins terapêuticos, através dos grupos operativos desenvolvidos pelas Terapeutas Ocupacionais e equipe multidisciplinar, porém, sem um local próprio e adequado para esse fim.
 
No final de 2011, estruturou-se o Ateliê denominado Ouvidores de Cores e, no ano de 2012, foi construído um local no pátio externo do hospital, apropriado para a realização dos grupos terapêuticos/operativos e também para armazenas acervo. Esse espaço foi doado pela 2° Vara Civil Criminal, representado por Albino Coimbra Neto.
 
O ateliê se beneficia da arte como elemento terapêutico dos pacientes hospitalizados e após alta hospitalar, proporcionando o exercício da convivência social, desenvolvendo a atividade criadora aliada à experimentação de atividades produtivas e geradoras de renda e a reinserção social.
 
Nessa exposição, serão apresentados os trabalhos dos seguintes artistas: Giani Aparecido Nogueira (farmacêutico), Ana Rosa Pereira Lopes Nantes (professora), Adelino Nunes De Macedo (pescador), Dalva Maria de Carvalho e Alluisson dos Santos Silva (in memorian). O Ateliê Ouvidores de Cores já participou de exposições no Ateliê Bar, no Sesc Horto e no Memorial da Cultura e Cidadania.
 
A exposição vai até 22 de setembro de 2013. Mais informações podem ser obtidas no Centro Cultural José Octávio Guizzo, na Rua 26 de Agosto, 453, em Campo Grande, ou pelo telefone (67) 3317-1795.

Veja também

Mais Lidas

1
Anastácio

Anastaciano é assassinado após desentendimento no Distrito Águas de Miranda

2
Aquidauana

Vítima de acidente fatal em Sidrolândia era cabo do Exército em Aquidauana

3
Aquidauana

Durante operação, PM leva 25 pessoas para a delegacia em Aquidauana e região

4
Anastácio

Homem assassinado em Águas do Miranda trabalhava para dar melhores condições à filha

Vídeos

Entrevista com os produtores do Longa-Metragem sobre Sasha Siemel

Tráfego de carretas no cruzamento da Duque de Caxias causa preocupação na população.

4ª Marcha pela Vida - Aquidauana MS

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Paraguai
3,40m
Miranda
4,16m
Aquidauana
3,06m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Fico...

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

A IMPORTÂNCIA DO SER PROFESSOR: O ATO E O FATO.

Robinson L Araujo

UMA HERANÇA ESTABELECIDA POR DEUS

Ver Mais Colunas
498110524
SERIEMA FIXO 1260