A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
22 de Novembro de 2017
Anuncie Aqui
8504
Cultura

Fundação de Cultura apresenta projeto de educação patrimonial em Simpósio Nacional

Evento será realizado na próxima semana, em Natal (RN). Simpósio é promovido pela Associação Nacional de História.

20 JUL 2013 - 12h00min
redação / Aníbal Placêncio
Entre os dias 22 e 26 de julho, a FCMS (Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul) participa do XXVII Simpósio Nacional de História, que acontece na Universidade Federal do Rio Grande do Norte, em Natal. A Gerência de Patrimônio Histórico e Cultural apresentará as bases do projeto de educação patrimonial de Mato Grosso do Sul: ?Educar para Proteger?. 
 
Desenvolvido pela Gerência de Patrimônio Histórico e Cultural da FCMS desde 2009, o projeto Educar para Proteger busca, através de ações permanentes, sensibilizar e conscientizar a população sobre seu papel direto na preservação do patrimônio cultural e na efetivação de seus projetos culturais. 
 
O Educar para Proteger realiza ações educativas, culturais e palestras em Campo Grande, Terenos, Aquidauana, Miranda e Dois Irmãos do Buriti. As atividades pedagógicas são realizadas pelas escolas participantes. 
 
?O projeto de Educação Patrimonial é um investimento do Governo do Estado que surgiu com o objetivo de fortalecer o patrimônio histórico regional, aliando ações da cultura e educação, promovendo uma percepção mais aguçada, crítica e cidadã para com tudo aquilo que faz parte da sua própria história?, explica o presidente da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, Américo Calheiros. 
 
A temática do simpósio é ?Conhecimento Histórico e Diálogo Social?, escolhida em função da necessidade, cada dia mais evidente, da academia estabelecer formas de diálogo com a sociedade. Todo o evento está sendo pensado no sentido de favorecer reflexões, propostas e tomadas de decisões que evidenciem ações na formação dos profissionais de História para suas atuações nos vários espaços do meio da pesquisa e do ensino. 
 
Serão realizadas oito conferências, nove diálogos contemporâneos (mesas-redondas sobre temas candentes e atuais para a categoria), 141 simpósios temáticos e 70 minicursos. Esta programação tem o objetivo de apresentar para a comunidade científica as últimas pesquisas sobre a história e a historiografia, resultantes das investigações desenvolvidas no Brasil e no exterior. 
 
Todas as propostas de atividades são analisadas e selecionadas pela Comissão Científica. Também vale destacar a apresentação de trabalhos de acadêmicos de História com banners e comunicações orais e projetos diferenciados de professores que utilizam técnicas inovadoras no ensino da História. 
 
O simpósio é promovido pela Anpuh (Associação Nacional de História), entidade que atua desde 1961 no âmbito acadêmico dos profissionais de história e que atualmente congrega professores dos ensinos fundamental, médio e universitário, além de profissionais que trabalham em arquivos públicos e privados e em entidades que agenciam o patrimônio cultural em todo o país. 
 
Informações complementares podem ser obtidas na Gerência de Patrimônio Histórico e Cultural da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, pelos telefones (67) 3316-9155, 3316-9164 ou pelo e-mail mclfs@yahoo.com.br.

Veja também

Mais Lidas

1
Policial

Homem foi executado com tiros e suspeita é de "guerra" entre grupos

2
Aquidauana

Prefeitura convoca mais 34 candidatos aprovados em concurso público

3
Aquidauana

Acidente entre carro, moto e bicicleta no Ovídio Costa II envolve jovem, criança e mulher grávida

4
Aquidauana

Correntes que circulam pelo WhatsApp deixam população em dúvida sobre o que é real e o que é invenção

Vídeos

Entrevista com os produtores do Longa-Metragem sobre Sasha Siemel

Tráfego de carretas no cruzamento da Duque de Caxias causa preocupação na população.

4ª Marcha pela Vida - Aquidauana MS

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
4,40m
Miranda
6,72m
Paraguai
1,60m

Colunas e Blogs

Robinson L Araújo

PAIS QUE EDIFICAM SEUS FILHOS

Rosildo Barcellos

O Arroubo Âmago do Cedro!

Pedro Puttini Mendes

O “modelo de lei”, o ambientalismo municipal e a mu...

Ver Mais Colunas
498110765