10 de agosto de 2020
Anuncie Aqui
-->
Economia

China leva fama pela alta da carne, mas seca e lucro são os vilões

Margem de lucro de até 100% em cima do valor e ainda falta de bois também ajudam a compor preço da carne e majorar custos

4 DEZ 2019 - 16h14min
CGNews

A disparada nos preços das carnes bovina, suína e de frango de 30% em média somente na Capital e até 50% no País,e não é culpa apenas do “apetite chinês”. A seca que reduziu o volume de animais para o abate, a supervalorização do dólar que torna o mercado externo mais atraente para venda e até principalmente a prática de uma margem de lucro abusiva que pode chegar a 100% de ganhos em cima do produto são as grandes vilãs desta majoração.

De acordo com o analista pecuário Júlio Brissac, da Ruralbusiness, a prática de uma margem de lucro elevada sobre a carne por parte dos atacadistas tem um peso muito grande na composição dos preços. “Dependendo dos cortes, como é o caso do traseiro, a margem de lucro pode chegar a 100%, enquanto em outros países como nos EUA gira em torno de 30%. Sabemos que a tributação aqui pesa sobre a indústria, mas ninguém quer conversar sobre a margem de lucro, que é absurda ”, destaca.

Segundo ele, a formação do preço do boi no frigorífico é uma verdadeira “caixa preta da pecuária”. “Estamos na era digital e as informações sobre a pecuária dentro e fora do frigorífico parecem estar no lápis e papel”, destaca fazendo alusão à dificuldade de ter acesso as planilhas das indústrias no quesito de valores. “Tem frigorífico que vende até 80% de sua produção para mercado externo. Ou seja não estão preocupados com o mercado interno”, critica o analista que considera um descaso por parte da indústria com o consumo interno de carne.

Queda - O presidente da Associação de Matadouros, Frigoríficos e Distribuição de Carnes de MS (Assocarnes) MS Sérgio Capucci destaca que existem três partes neste processo: produtor, indústria e açougue e o mercado e o consumidor. “Quando o preço do boi está subindo quem ganha é o produtor e a indústria e o açougue, quem mais perde é o consumidor final”, detalha. Capucci alega que a alta nas cotações foi puxada principalmente pela escassez de bois no País. “Na composição de custos da arroba a exportação para a China representaria uns 30% e os outros 70%,seria de baixa oferta de gado, diante da seca prolongada deste ano”, afirmou.

Ele lembra que em todo este período de alta foi positivo para o produtor e a indústria. Porém ele justifica que os preços já estão começando a baixar. “Neste momento o mercado já sinalizou que começa um movimento de baixa. O boi que estava cotado a R$ 220 a arroba já está com menores preços de R$ 205 e muitos frigoríficos estão com as compras paradas por não conseguirem vender sua produção”, acrescentou.

 

Veja também

Mais Lidas

1
Aquidauana

Motociclista perde controle de moto e passageiro morre na MS-450, curva do Rio Vermelho

2
Anastácio

Grávida se assusta com acidente, cai com barriga no chão e é socorrida em Anastácio

3
Aquidauana

Do médico da UTI ao idoso recuperado, o Dia dos Pais será diferente com a pandemia

4
Aquidauana

Moto colide em bicicleta e homem fica ferido na Vila Trindade em Aquidauana

Vídeos

Cães encontram droga escondida em estofado de veículo

Morador de Taunay encontra jaguatirica morta às margens da BR-262

Bombeiros de Aquidauana estão na operação para controle de grande incêndio no Pantanal

Ver mais Videos

Previsão do Tempo

min18 max36

Aquidauana

Sol com algumas nuvens. Não chove.
min18 max36

Anastácio

Sol com algumas nuvens. Não chove.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
2,15m
Miranda
1,74m
Paraguai
1,52m

Colunas e Blogs

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

"VOCÊ,MINHA LEITORA..."

Valdemir Gomes

A...

Raquel Anderson

pobre Pai pobre!

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Auto Posto

Nossa Senhora de Fátima

Rua Marechal Mallet, 804 centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 8199/ 7705
Farmácias e Drogarias

Farmaláis

Rua Estevão Alves Corrêa, 2431 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-7439
Transportes

NORTON TRANSPORTE ESCOLAR, FRETAMENTO E TURISMO

Rua Estevão Alves Corrêa, 1561 - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 7444 / 991
Ver Mais