A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
23 de março de 2019
Anuncie Aqui
8502
Economia

Com aumento expressivo da produção de celulose, eucalipto passa a contribuir com Fundersul

Contribuição estima incremento de cerca de R$ 9 milhões por ano as Receitas Estaduais

15 MAR 2019 - 13h31min
Sefaz

O transporte de eucalipto passa a contribuir com o Fundo de Desenvolvimento do Sistema Rodoviário do Estado de Mato Grosso do Sul (Fundersul). A informação está publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) nº 9.859, por meio do decreto nº 15.185, de 11 de março de 2019. O projeto de autoria do Executivo foi enviado à Assembleia Legislativa no dia 11 de dezembro de 2018 e aprovado pela Casa de Leis no dia 19 de dezembro do mesmo ano.

De acordo com a publicação, o pagamento será devido para as operações internas realizadas por produtor com o produto madeira em tora, inclusive de eucalipto. O diferimento do lançamento e do pagamento do ICMS fica condicionado ao pagamento da contribuição ao Fundersul, sem prejuízo do cumprimento das demais exigências fiscais previstas na legislação.

A opção pelo pagamento da contribuição deverá ser feita no momento da emissão da nota fiscal, para acobertar a operação, quando o produtor remetente optar por natureza de operação relativa a diferimento do lançamento e do pagamento do ICMS.

O documento aponta ainda estão dispensadas do recolhimento da contribuição as saídas internas do produto madeira em tora, inclusive de eucalipto, quando destinadas a estabelecimento do mesmo produtor ou dos mesmos condôminos, exceto nos casos de transferência do estabelecimento produtor para o estabelecimento industrial do mesmo titular; decorrentes da partilha de bens, do espólio para os herdeiros e o cônjuge meeiro; decorrentes de integralização de capital em sociedade de que faça ou da qual venha a fazer parte o remetente, bem como o respectivo retorno em razão da retirada ou da redução da participação do remetente na sociedade, no limite integralizado.

O percentual cobrado dos empresários rurais não será de 7,2% do valor de uma Unidade Fiscal Estadual de Referência de Mato Grosso do Sul (Uferms) como foi sugerido no projeto inicial que chegou à Assembleia. O decreto aponta o pagamento em duas etapas, sendo 3,9% da Uferms por metro cúbico em 2019 e 5,4% da Uferms por metro cúbico em 2020. Os produtores de florestas plantadas do Estado têm até o dia 20 deste mês para recolher a contribuição, referente ao período de 28 de dezembro a 28 de fevereiro.

Conforme dados da Superintendência de Administração Tributária (SAT) a previsão de incremento à Receita Estadual com a inclusão do setor florestal no Fundersul é de R$ 9 milhões por ano.

Aumento expressivo da celulose

De acordo com as informações da ferramenta de informações da Associação Brasileira dos Produtores de Soja (Aprosoja/MS) e do Sistema Famasul, em 2018 a área de plantio de eucalipto era de 1,09 milhão de hectares, sendo a segunda maior área do Brasil. Conforme o presidente do Sistema Famasul, Mauricio Saito, o setor tem apresentado elevações nas exportações de produtos florestais, com um crescimento de 52% em 2018.

O Sistema de Informações Geográficas do Agronegócio (Siga-MS) aponta que no Mato Grosso do Sul a área plantada com eucalipto ultrapassou 1,1 milhão de hectares, superando em 11% o total verificado em 2017, de 998 mil hectares.

Informações da Secretaria de Comércio Exterior (Secex), dão conta de que em 2018 as vendas externas do setor somaram aproximadamente 4 milhões de toneladas, contra 2,6 milhões de toneladas em 2017. As receitas subiram 78% saindo de US$ 1 bilhão para cerca de US$ 1,9 bilhão. Apenas em janeiro deste ano os embarques atingiram 390 mil toneladas.

Dados da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), revelam que o principal destino dos produtos florestais sul-mato-grossense é a China, representando em jan-fev de 2019 cerca de 29,32% do valor total das exportações. Os países com maior aumento na participação foram Reino Unido (310,65%) e Estados Unidos (228,83%).

Já o principal município exportador do Mato Grosso do Sul em janeiro e fevereiro de 2019 foi Três Lagoas, com cerca de 60% dos valores exportados, com composição baseada sobretudo nas exportações na indústria de Papel e Celulose.

 (67) 99984.6000

Veja também

Mais Lidas

1
Bodoquena

Mulher é agredida e ameaçada com faca pelo próprio filho em Bodoquena

2
Níveis dos Rios

Após fortes chuvas, Rio Aquidauana atinge quase 7 metros

3
Casa do Trabalhador

Casa do Trabalhador encerra a semana com 5 vagas para Aquidauana e região

4
Aquidauana

Prefeitos de Aquidauana e região intercedem junto ao Estado pelo Hospital Regional

Vídeos

CCE Centro Cristão de Ensino leva conhecimento e valores a crianças e adolescentes para a vida toda

Em capotamento, airbag salva motorista da morte em Aquidauana

Incorporação dos Alunos do Núcleo de preparaçao de Oficiais da Reserva (NPOR)

Ver mais Videos

Previsão do Tempo

min18 max30

Aquidauana

Sol com algumas nuvens. Não chove.
min18 max30

Anastácio

Sol com algumas nuvens. Não chove.

Níveis dos Rios Hoje

Paraguai
3,65m
Miranda
5,48m
Aquidauana
4,23m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Nada...

Giovani José da Silva

HISTÓRIAS DE (NÃO) ADMIRAR: O HORROR

Paulo Corrêa de Oliveira

MISTÉRIOS DA PONTE VELHA

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Hotéis

Hotel e Restaurante do Gaúcho

João de Almeida Castro, 186 - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-6064
Advocacia

Sortica e Santos Advogados Associados S/C

Rua Augusto Mascarenhas, 506 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) - 3241-3122 / 3
Ponto de Táxi

Ponto de Táxi Nº 7

Rua Estevão Laves Correa, s/n - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 3422
Ver Mais
508110706