A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
21 de Agosto de 2017
Anuncie Aqui
8459
Economia

Com bandeira vermelha e diesel mais caro, Concen alerta para consumo racional de energia

31 JUL 2017 - 08h18min
Redação

A Aneel(Agência Nacional de Energia Elétrica) informou que a energia que será consumida em agosto segue a bandeira vermelha, patamar 1. Na prática, significa que a energia consumida é de fonte mais cara – as termelétricas – e que serão acrescidos R$ 3 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos.

A presidente do Concen (Conselho dos Consumidores da Área de Concessão da Energisa-MS), Rosimeire Cecília da Costa, que na entidade representa a Fecomércio-MS, destaca que, além disso, o aumento da carga tributária sobre o diesel também vai repercutir no preço da energia. “O diesel é usado pelas termelétricas”, explica. 

Em média, o impacto do PIS e Cofins para o diesel passou de R$ 0,21 a R$ 0,46 por litro. O Ministério das Minas e Energia ainda não informou oficialmente qual será o efeito sobre a tarifa de energia. “Diante dessa conjuntura, é preciso ficar atento e consumir da forma mais racional possível”, alerta a presidente do Concen.

Bandeiras 

O sistema de bandeiras tarifárias foi criado em 2015 como forma de recompor os gastos extras com a utilização de energia de usinas termelétricas, que é mais cara do que a de hidrelétricas. A cor da bandeira é impressa na conta de luz (vermelha, amarela ou verde) e indica o custo da energia em função das condições de geração.

Veja também

Mais Lidas

1
Policial

Jovem é assassinado com ao menos dois tiros em assentamento rural

2
Policial

Funcionários e empregada da família participaram do sequestro de garoto

3
Policial

Dois corpos são encontrados dentro de Corolla em rodovia na fronteira

4
Brasil

Termina segunda prazo para quem recebe auxílio-doença agendar perícia

Vídeos

Indígenas fecham BR-262, acesso a Taunay

3º Desafio Mountain Bike - Piraputanga MS

18 Festival de Inverno de Bonito

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
3,30m
Miranda
2,12m
Paraguai
4,24m

Colunas e Blogs

Raquel Anderson

Convexos

Valdemir Gomes

Fundo...

Pedro Puttini Mendes

Imposto Territorial Rural de 2017: muda o ano, os probl...

Ver Mais Colunas
481710516