A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
17 de janeiro de 2019
Anuncie Aqui
8486
Economia

Grupo chinês investirá US$ 320 milhões para implementar fábrica no Brasil

Bbca Group implantará unidade de processamento de milho em Maracaju

16 ABR 2013 - 16h00min
EFE
Pequim, 16 abr (EFE).-O governador do Mato Grosso do Sul, André Puccinelli, e a empresa estatal chinesa BBCA Group assinaram nesta terça-feira uma carta de intenção para a implantação de uma unidade de processamento de milho em Maracaju, um acordo que deverá contar com um investimento de US$ 320 milhões.
 
Em uma entrevista coletiva realizada em Pequim, Puccinelli assegurou que se trata do maior projeto já desenvolvido em parceria com a potência asiática até agora nesta região, o qual foi definido após três anos de negociações, 'principalmente em nível legislativo'.
 
O acordo assinado pelo governador do MS e pelo prefeito de Maracaju, Maurílio Azambuja, com o diretor presidente do BBCA Group, Li Roger Jie, prevê uma parceria entre a empresa, o governo do Estado e a prefeitura. A expectativa é que a implantação da fábrica seja iniciada em 2013 e que, a partir de 2015, já esteja operando.
 
Segundo o governador do Mato Grosso do Sul, o BBCA Group, empresa especializada na produção de bioquímicos, se compromete a processar cerca de 600 mil toneladas de milho, sendo que 60% será destinado ao mercado chinês e 40% ao consumo interno.
 
'Trata-se de um acordo benéfico para ambas as partes', explicou Puccinelli, que ressaltou que seu estado dispõe de matéria-prima, mas ainda carece da infraestrutura necessária para explorá-la. Além de negar as criticas em torno do projeto, o governador também enfatizou que o acordo deverá impulsionar o desenvolvimento da região, já que a fábrica deverá empregar 400 funcionários.
 
Segundo Puccinelli, o preço do produto final que sai dos portos brasileiros e são consumidos na Europa será 20% mais barato do que o mesmo produzido na Tailândia, onde o BBCA também possui unidades de processamento de milho.
 
Neste aspecto, Puccinelli argumentou que a vantagem comparativa brasileira se deve às políticas fiscais do estado, e destacou que o Mato Grosso do Sul, em particular a Prefeitura de Maracaju, tem uma produção anual de 6 milhões de toneladas de milho.
 
De um modo geral, os investimentos atuais da China na região se centram na industrialização das matérias-primas, especialmente do milho, como é este caso, para produzir glicose, óleo de milho e ácido cítrico, uma especialidade do BBCA Group.
 
O acordo assinado com a empresa asiática vem à tona pouco tempo depois do Brasil ter superado pela primeira vez os Estados Unidos como principal exportador de milho mundial.

Veja também

Mais Lidas

1
Policial

“Não me mata, porque eu tenho filhos”, disse merendeira

2
Aquidauana

Capataz planejou furto de 14 cabeças de gado de fazenda em Aquidauana

3
Policial

Polícia Civil apresenta “Palhaço Sabiá” nesta quarta-feira

4
Aquidauana

Abandonado na estação há quase 50 anos, mecânico ainda não sabe o paradeiro dos pais

Vídeos

Entrevista com os produtores do Longa-Metragem sobre Sasha Siemel

Tráfego de carretas no cruzamento da Duque de Caxias causa preocupação na população.

4ª Marcha pela Vida - Aquidauana MS

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Paraguai
2,52m
Miranda
5,26m
Aquidauana
2,66m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Não...

Robinson L Araujo

NÃO DESISTA!

Raquel Anderson

"Num tempo da delicadeza!"

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Pizzarias

Fiorella Pizza

Duque de Caxias, 1171 - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 8172
Médicos

Sandra M. A. Zurutuza - Pediatra

Manoel Antonio Paes de Barros, 606 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-3783
Médicos

Jose de Arruda Fialho - Pediatra

Rua 7 de Setembro, 1193 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-3665
Ver Mais
497810585