A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
26 de abril de 2019
Anuncie Aqui
9086
Economia

IBGE reduz previsão e safra de grãos deve crescer 1,9% neste ano

A previsão é que o país produza 230,7 milhões de toneladas de grãos neste ano

12 FEV 2019 - 11h00min
Da redação

A produção de cereais, leguminosas e oleaginosas deve fechar 2019 com alta de 1,9% em relação à safra do ano passado. A previsão é que o país produza 230,7 milhões de toneladas de grãos neste ano, ou 4,2 milhões a mais que no período anterior.

Este é o quarto prognóstico para a safra brasileira preparado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), realizado em janeiro deste ano. Apesar da alta prevista, a estimativa é 1,2% inferior ao terceiro prognóstico, realizado em dezembro do ano passado, quando o IBGE estimou uma safra de 233,4 milhões de toneladas.

A redução da previsão do terceiro para o quarto prognóstico foi provocada principalmente por uma revisão da produção da soja. De um mês para outro, o IBGE previu a redução de 3,4% na safra da soja, que agora deve fechar o ano com produção 2,6% menor do que a do ano passado, apesar de um aumento de 2% na área colhida.

Outro produto que teve queda na estimativa do terceiro para o quarto prognóstico foi o arroz (-0,2%). Com a revisão, a expectativa é que o arroz feche o ano com uma produção 5% inferior à de 2018.

Por outro lado, os pesquisadores do IBGE aumentaram em 1,4% a expectativa de produção do milho do terceiro para o quarto prognóstico e, agora, espera-se que o produto feche 2019 com uma safra 9,9% superior ao ano passado.

Entre os outros grãos para os quais são esperadas safras de mais de 1 milhão de toneladas, houve aumentos nas previsões do algodão herbáceo em caroço (2,2% a mais do terceiro para o quarto prognóstico) e sorgo (4,1%). Esses produtos devem fechar 2019 com aumentos de safras de 8,9% e 3,3%.

A previsão da safra do feijão, apesar de ter tido aumento de 1,6% do terceiro para o quarto prognóstico, deve fechar o ano com queda de 1,5% em relação ao ano passado.

Já o trigo teve uma revisão para baixo do terceiro para o quarto prognóstico (-0,4%) e agora espera-se uma safra 4,3% menor para o grão neste ano.

Outros produtos

O IBGE também faz previsões para outros produtos importantes da agricultura brasileira, como a cana-de-açúcar, principal lavoura do país em volume, que deverá ter queda de 1,2% de 2018 para 2019.

Outros produtos com queda esperada são: café (-10,8%), batata-inglesa (-7%), laranja (-5,7%) e uva (-15,1%). Por outro lado, esperam-se altas da banana (0,9%), mandioca (4,2%) e tomate (6,1%).

 (67) 99984.6000

Veja também

Mais Lidas

1
Bodoquena

Polícia Civil prende homicida e traficante durante operação em Bodoquena

2
Aquidauana

Famoso na polícia, “Carlão Anão” foi preso com armas e explosivo do Exército

3
Aquidauana

Em Aquidauana, operação prende traficantes que mantinham boca na frente do presídio

4
Policial

PMs que prenderam ladrões após roubo em Anastácio recebem homenagem

Vídeos

Indígenas fazem paralisação contra ‘marco temporal’ e reivindicam melhorias

Cooperativa de Mulheres do Cristo Rei pede doações para confecção de ovos de Páscoa

Imbatíveis no remo de guerra, Bombeiros são tricampeões em competição do Exército

Ver mais Videos

Previsão do Tempo

min23 max33

Aquidauana

Sol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.
min23 max33

Anastácio

Sol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
5,37m
Miranda
3,35m
Paraguai
5,29m

Colunas e Blogs

Robinson L Araujo

ANSIEDADE!

Valdemir Gomes

Mais...

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

AQUIDAUANA INTELIGENTE, HUMANA E SUSTENTÁVEL

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Médicos

Auracélia da Silva Marques Barbero

Rua 07 de Setembro, 1193 Guanandy - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-3665 / 998
Óticas

Ótica e Relojoaria Zenith

Rua Estevão Alves Corrêa, 568 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67)
Bares/Panificadoras/Lanchonetes

Sorveteria Delícia

R. Manoel Antônio Paes de Barros, 656 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67)
Ver Mais
508110809