A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
10 de julho de 2020
Anuncie Aqui
-->
Economia

Indústria frigorífica de Mato Grosso do Sul projeta crescimento de 5%

13 FEV 2020 - 11h33min
FIEMS

Impulsionada pelo aumento da produção das principais proteínas de origem animal – bovina, suína, ave e peixes – graças ao aquecimento das exportações para a China, a indústria frigorífica de Mato Grosso do Sul projeta um crescimento de até 5% neste ano no valor bruto da produção (VBP), que no ano passado encerrou em R$ 14,2 bilhões e, com a estimativa, pode chegar a R$ 15 bilhões em 2020.

Segundo o presidente do Sicadems (Sindicato das Indústria de Frios, Carnes e Derivados de Mato Grosso do Sul), Sérgio Capucci, em um cenário extremamente positivo em que a epidemia do novo tipo de coronavírus na China esteja controlada e o mercado chinês volte a importar as proteínas animais, o crescimento do segmento pode até alcançar um avanço de 20%. “Estamos extremamente otimistas caso o mercado chinês volte a importar dos nossos frigoríficos. Para se ter uma ideia, o mercado chinês representa 50% da produção do meu frigorífico, o Naturafrig”, revelou.

Sérgio Capucci completa que, se a China voltar à normalidade de compra, a projeção de crescer até 20% é muito provável, mas, caso isso não ocorra, o aumento será mais tímido, algo em torno de 5%. Atualmente, quatro frigoríficos de Mato Grosso do Sul estão habilitadas para exportar para a China pela Administração-Geral de Aduanas da China: Naturafrig, de Rochedo (MS); Frigosul, de Aparecida do Taboado (MS); AgroIndustrial Iguatemi, de Iguatemi (MS); e o Grupo JBS. 

Ainda de acordo com o presidente do Sicadems, uma diminuição da demanda do gigante asiático no mercado internacional pode resultar em queda de preços e, caso ocorram outros fatores negativos, o ano de 2020 pode ser tornar mais difícil para quem exporta. “Nossa mercado está atrelado ao comércio com a China, eles voltando a comprar, com certeza, será um ano muito bom para o segmento”, reforçou.

Em todo o Estado, há 110 empresas de proteínas de origem animal, responsável pelo emprego de 27.213 mil trabalhadores. A receita obtida de janeiro a dezembro de 2019 com as exportações foi de US$ 1 bilhão, um aumento de 17% em relação ao mesmo período de 2018, sendo que 42,7% do total alcançado é oriundo das carnes desossadas congeladas de bovino, que totalizaram US$ 431 milhões. Os principais compradores foram Hong Kong, com US$ 168,24 milhões, Chile, com US$ 143,91 milhões, Emirados Árabes Unidos, com US$ 84,19 milhões, China, com US$ 81,91 milhões, e Egito, com US$ 52,46 milhões.

 

Veja também

Mais Lidas

1
Aquidauana

Poucos dias após ganhar festa drive thru, Dona Edna falece em Aquidauana

2
Aquidauana

Aquidauana tem três novos casos de coronavírus nesta quinta-feira

3
Aquidauana

Sucesso na fronteira, Baddi chega à Aquidauana com as melhores pizzas e esfihas

4
Policial

Acidente entre carro e caminhão deixa três pessoas mortas em MS

Vídeos

Cães encontram droga escondida em estofado de veículo

Morador de Taunay encontra jaguatirica morta às margens da BR-262

Bombeiros de Aquidauana estão na operação para controle de grande incêndio no Pantanal

Ver mais Videos

Previsão do Tempo

min13 max30

Aquidauana

Sol com algumas nuvens. Não chove.
min13 max30

Anastácio

Sol com algumas nuvens. Não chove.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
2,37m
Miranda
2,09m
Paraguai
1,88m

Colunas e Blogs

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

"OS PRAZERES DE UMA VIDA NORMAL"

Valdemir Gomes

A...

Rosildo Barcellos

História e tradição a céu aberto

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Hospitais/Postos de Saúde

Posto de Saúde Familiar Nova Aquidauana

R. Timóteo Proença, s/nº - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-4596
Supermercados

Supermercado Atlântico

Oscar de Barros 0 L 20 Qdr. 11, Santa Terezinha - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-2960 / 324
Escolas Municipais

Escola Municipal Indígena Feliciano Pio

, Distrito de Taunay - 79200-000 Aquidauana/MS (67)
Ver Mais