A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
24 de Novembro de 2017
Anuncie Aqui
8504
Economia

Ministro da Integração Nacional garante retomada das obras na Sul-Fronteira em MS

Com a implantação da rodovia, Brasil e Paraguai terão condições de diversificar a base econômica da região.

16 MAI 2013 - 10h38min
redação
As obras de pavimentação da rodovia MS-165, a Sul-Fronteira, serão retomadas até quinta-feira (23) da próxima semana. A garantia foi dada pelo ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, durante reunião com o senador Waldemir Moka e os deputados federais Fábio Trad, Geraldo Resende e Akira Otsubo, todos do PMDB.

O ministro assumiu a liberação dos recursos de R$ 43 milhões previstos no orçamento da Superintendência do Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco) e argumentou que os atrasos foram gerados devido à substituição do procurador da Sudeco, responsável pelo parecer jurídico sobre o projeto.

?Estamos muito atrasados em relação à liberação dos recursos da MS-165. Mas assumo o compromisso com o senador Moka, que é coordenador da bancada federal, de resolver essa pendência até a próxima quinta-feira, dando ponto final a esse problema que se arrasta por mais de seis meses?, afirmou Bezerra.

A Sul-Fronteira é uma obra prioritária para a região, principalmente para a população da fronteira, cujo desenvolvimento depende muito da rodovia para que a integração das localidades com outras regiões do Estado e do país seja consolidada.

A afirmação do ministro sinaliza que as obras de pavimentação da MS-165 deverão ser retomadas, nos trechos entre o distrito de Sanga Puitã, em Ponta Porã, passando por Coronel Sapucaia, Paranhos, Sete Quedas até Mundo Novo.

A rodovia
 
A Sul-Fronteira se conecta com a Hidrovia Tietê Paraná, facilita o escoamento da produção, via Paranaguá, sendo estratégica para ativar de forma bilateral a economia dos dois países na faixa de fronteira seca. O projeto diversifica a base econômica  dos municípios do sul do Estado e dos departamentos paraguaios.
 
Com a implantação da rodovia, Brasil e Paraguai, terão condições de diversificar a base econômica da região, hoje essencialmente pecuária, com ações na área de reflorestamento e desenvolvimento de agroenergia, com vistas a  estabelecer um cordão sanitário que projeta e garanta a sanidade do rebanho brasileiro. 

Veja também

Mais Lidas

1
Trânsito

Acidente entre carro e caminhão na MS-339 deixa duas vítimas fatais

2
Policial

Durante surto, homem tenta cometer assassinatos e provoca incêndio

3
Policial

PM fecha boca de fumo com pés de maconha, prende 2 e captura foragido

4
Aquidauana

Após desentendimento por carona, homem passa a perseguir mulher nas redes sociais

Vídeos

Entrevista com os produtores do Longa-Metragem sobre Sasha Siemel

Tráfego de carretas no cruzamento da Duque de Caxias causa preocupação na população.

4ª Marcha pela Vida - Aquidauana MS

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
4,40m
Miranda
6,72m
Paraguai
1,60m

Colunas e Blogs

Pedro Puttini Mendes

Cadastro Ambiental Rura: Prazo Curto!

Robinson L Araújo

POR QUE EXISTEM CASAMENTOS EM CRISE?

Rosildo Barcellos

O Arroubo Âmago do Cedro!

Ver Mais Colunas
498110691