A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
18 de Janeiro de 2018
Anuncie Aqui
8498
Economia

Nova Política: Petrobras aumenta preço da gasolina em 4,2% nas refinarias

Com o aumento que passará a vigorar a partir de amanhã, o preço da gasolina acumula alta nos últimos quatro dias (20 de agosto a 1º de setembro) de 4,7% e o óleo diesel de 4,2%

31 AGO 2017 - 15h48min
Agência Brasil

A Petrobras vai aumentar o preço da gasolina em 4,2% nas refinarias de todo o país a partir de amanhã (1º), no maior reajuste desde a implantação da nova política de preços há dois meses. Ontem (30), ela já havia anunciado para hoje (31) um aumento de 0,5%.

As informações constam da página da Petrobras na Internet, onde é anunciado, ainda, um aumento de 0,8% para o óleo diesel também para o dia 1º. Ontem, a empresa havia divulgado para diesel uma majoração de 2,5% a partir de hoje

Embora a Petrobras não fale sobre o assunto, a alta está diretamente ligada aos aumentos da cotação da gasolina em decorrência da tempestade Harvey, que vem devastando os estados do Texas e de Louisiana, nos Estados Unidos.

Com o aumento que passará a vigorar a partir de amanhã, o preço da gasolina acumula alta nos últimos quatro dias (20 de agosto a 1º de setembro) de 4,7% e o óleo diesel de 4,2%.

Nova política de preços começou em junho

A nova política de preços adotada pela Petrobras foi anunciada em 30 de junho. Naquela dia, a estatal informou que os reajustes teriam mais frequência e poderiam até ser diários, dependendo das oscilações do preço do produto no mercado externo.

Aprovadas pela diretoria executiva, as alterações objetivam dar maior autonomia para a área técnica de marketing e comercialização da estatal visando realizar ajustes nos preços, que podem mudar a qualquer momento, desde que os reajustes acumulados por produto estejam, na média Brasil, dentro de uma faixa determinada (-7% a +7%), respeitando a margem estabelecida pelo Gemp (Grupo Executivo de Mercado e Preços).

No entendimento da Petrobras, com a revisão anunciada, a nova política de preços permitiria maior aderência dos preços do mercado doméstico ao mercado internacional no curto prazo e possibilitaria competir de maneira mais ágil e eficiente, recuperando parte do mercado que a empresa vinha perdendo para os derivados importados.

Veja também

Mais Lidas

1
Nota de Falecimento

Amigo de todos, Manoel Alves da Cunha foi vítima de infarto na Capital

2
Policial

Mulheres são vítimas de estelionato em Aquidauana e Anastácio

3
Anastácio

Prefeitura de Anastácio e parceiros oferecem cursos de qualificação profissional

4
Nota de Falecimento

Nota de Falecimento de Ariovaldo Candelaria

Vídeos

Entrevista com os produtores do Longa-Metragem sobre Sasha Siemel

Tráfego de carretas no cruzamento da Duque de Caxias causa preocupação na população.

4ª Marcha pela Vida - Aquidauana MS

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
5,18m
Miranda
7,00m
Paraguai
2,96m

Colunas e Blogs

Giovani José da Silva

HISTÓRIAS DE ADMIRAR: CHEGADAS & PARTIDAS (OU PERDIDOS...

Robinson L Araujo

DIFICULDADES SE LEVANTAM PARA SEREM VENCIDAS

Pedro Puttini Mendes

Agenda Ambiental de 2017 e o que espera o agronegócio ...

Ver Mais Colunas
498110647