A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
20 de novembro de 2018
Anuncie Aqui
8504
Emprego

Número de trabalhadores em MS cresce 7,4% em 6 anos

O maior número de ocupação foi registrado no ano de 2016, quando 1,27 milhão de pessoas estavam trabalhando no Estado

9 NOV 2018 - 14h55min
Subcom

O número de pessoas ocupadas, ou seja, população a partir de 14 anos trabalhando saltou 7,4% em seis anos, no Mato Grosso do Sul. Em 2012, eram 1,17 milhão e em 2017 o total subiu para 1,26 milhão de pessoas.

O maior número de ocupação foi registrado no ano de 2016, quando 1,27 milhão de pessoas estavam trabalhando no Estado. Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD Contínua) divulgada hoje pelo IBGE.

No ano passado, o grupo de Comércio, reparação de veículos automotores e motocicletas fechou com o maior índice de ocupação (19,2%) e, em seguida, aparece a Administração Pública, defesa e seguridade social, educação, saúde humana e serviços sociais, com 17,9% do montante.

Destaque para o crescimento, em 2017, dos grupos de atividade da Agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura, que expandiu seu contingente em 13 mil pessoas, e a Indústria geral em 12 mil pessoas e o Alojamento e alimentação em 7 mil pessoas.

Dentre as pessoas ocupadas, 91,7% trabalhavam no turno diurno (1.157 mil pessoas). As outras 105 mil pessoas trabalhavam em turno noturno ou parcialmente noturno, representando 8,3% do total.

Conta própria

No ano passado, 354 mil pessoas estavam ocupadas como empregadores ou conta própria no trabalho principal. Na comparação com 2012, a expansão dos empregadores ou trabalhadores por conta própria foi de 25,1%. Desse total, 5,7% (20 mil pessoas) eram associados a cooperativa de trabalho ou produção em 2017.

Em 2012, 26,3% dos ocupados como empregadores ou trabalhadores por conta própria estavam em empreendimentos registrados no CNPJ em Mato Grosso do Sul. Esse percentual aumentou ano a ano e alcançou 31,7% em 2017. Ao longo da série, o registro no CNPJ era maior entre os homens, mas essa situação se inverteu em 2017, quando o registro foi maior entre as mulheres ocupadas.

Os estabelecimentos no domicílio de residência tiveram crescimento de contingente de 50%, com expansão de 18 mil pessoas, o que totalizou 54 mil pessoas trabalhando nesse local em 2017 (5,5%), quando comparado a 2016.

Veja também

Mais Lidas

1
Aquidauana

Marido dá surra de galho em mulher que o golpeia no braço com uma faca

2
Anastácio

Por causa de comida, homem dá socos em rosto da mulher no Bairro Cristo Rei

3
Aquidauana

Após desentendimento, homem tenta matar outro com facada no Aeroporto 2

4
Aquidauana

Encontro de Comitivas premia as melhores comidas pantaneiras

Vídeos

Entrevista com os produtores do Longa-Metragem sobre Sasha Siemel

Tráfego de carretas no cruzamento da Duque de Caxias causa preocupação na população.

4ª Marcha pela Vida - Aquidauana MS

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Paraguai
2,59m
Miranda
6,13m
Aquidauana
3,76m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Um...

Giovani José da Silva

HISTÓRIAS DE ADMIRAR: VALORIZE-SE!

Manoel Afonso

Otimismo & Patriotismo: o efeito Bolsonaro

Ver Mais Colunas
498110661
SERIEMA FIXO