A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
25 de junho de 2019
Anuncie Aqui
9086
Economia

Orçamento do governo para 2014 prevê salário mínimo de R$ 719,48

Documento, que ainda precisa de aprovação do Congresso, indica PIB de 4,5% e inflação também em 4,5% no próximo ano

15 ABR 2013 - 15h25min
Estadão
O PLDO (Projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias) para 2014 indica crescimento real de 4,5% do PIB e também 4,5% para o IPCA. O documento indica taxa Selic de 7,25% em dezembro de 2014. Para o salário mínimo, a previsão é de R$ 719,48.
 
O PLDO ainda traz previsão de crescimento real de 3,5% para o PIB neste ano. Em 2015, a estimativa é de 5% de alta e, para 2016, foi fixada previsão de 4,5% de elevação para o PIB.
 
Ainda para 2013, a estimativa é que o IPCA fique em 5,20%, passando para o centro da meta de 4,5% nos próximos três anos. A taxa Selic apresentada é de 7,25% em dezembro deste ano. A previsão para a dívida líquida do setor público é de 33,4% do PIB neste ano. Já para o ano que vem, a previsão para a dívida líquida alcança é de 30,9% do PIB.
 
O projeto, que ainda precisa ser aprovado pelo Congresso Nacional, apresenta uma estimativa do IGP-DI acumulado de 5%. A taxa de câmbio média indicada no mesmo documento é de R$ 2,04. Para a massa salarial média, a indicação é que seja 12,34% maior em 2014 ante 2013.
 
Meta fiscal. Para evitar o que ocorreu nos últimos anos, quando o governo teve que fazer um esforço fiscal maior para cobrir a meta de superávit de Estados e Municípios, o projeto do orçamento de 2014 tira a obrigação legal do governo federal de compensar os resultados dos entes da federação.
 
O documento indica meta de superávit primário de 3,10% do PIB (ou R$ 167,4 bilhões) para o próximo ano.
 
Desse total, o governo central (Tesouro, Banco Central e Previdência) ficará responsável por uma economia de R$ 116,1 bilhões, ou seja, 2,15% do PIB.
 
Estados e Municípios terão que fazer um superávit de R$ 51,2 bilhões, o que equivale a 0,95% do PIB. O governo estabeleceu que pode ser abatido da meta até R$ 67 bilhões com gastos com o PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) e com desonerações tributárias.
 
A meta nominal de superávit é de R$ 167,4 bilhões. O PLDO prevê ainda abatimento do PAC e desoneração de até R$ 67 bilhões.
 

Veja também

Mais Lidas

1
Policial

Delegado de Aquidauana é preso suspeito de envolvimento em sumiço de cocaína

2
Policial

Resposta rápida da polícia foi fundamental para prisão de delegado

3
Aquidauana

Acidente envolvendo duas motos deixa dois feridos e outro em estado grave

4
Aquidauana

Confira as oportunidades da Casa do Trabalhador de Aquidauana

Vídeos

Motorista que causou acidente admitiu ter bebido cerveja e não tinha CNH

PRF promove campanha de combate a violência sexual infantil

Portal Atacado • Anastácio MS | Especial Dia das Mães

Ver mais Videos

Previsão do Tempo

min19 max33

Aquidauana

Sol com algumas nuvens. Não chove.
min19 max33

Anastácio

Sol com algumas nuvens. Não chove.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
2,69m
Miranda
3,48m
Paraguai
5,59m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Percorrendo...

Giovani José da Silva

HISTÓRIAS DE ADMIRAR: A BOLSA E O NADA OU OS LADRÕES ...

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

Mão/Faça-se!

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Bares/Panificadoras/Lanchonetes

Sorvetes Italiano Chocobom

Rua Estevão Alves Corrêa, Barrakech - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-6875
Médicos

Rute C. Noguchi - Dermatologista

Rua Marechal Mallet, 567 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-3114
Ag. Correios

Agencias dos Correios

Marechal Mallet, 255 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 2976
Ver Mais
508110692