A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
21 de abril de 2019
Anuncie Aqui
9086
Economia

Orçamento do governo para 2014 prevê salário mínimo de R$ 719,48

Documento, que ainda precisa de aprovação do Congresso, indica PIB de 4,5% e inflação também em 4,5% no próximo ano

15 ABR 2013 - 15h25min
Estadão
O PLDO (Projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias) para 2014 indica crescimento real de 4,5% do PIB e também 4,5% para o IPCA. O documento indica taxa Selic de 7,25% em dezembro de 2014. Para o salário mínimo, a previsão é de R$ 719,48.
 
O PLDO ainda traz previsão de crescimento real de 3,5% para o PIB neste ano. Em 2015, a estimativa é de 5% de alta e, para 2016, foi fixada previsão de 4,5% de elevação para o PIB.
 
Ainda para 2013, a estimativa é que o IPCA fique em 5,20%, passando para o centro da meta de 4,5% nos próximos três anos. A taxa Selic apresentada é de 7,25% em dezembro deste ano. A previsão para a dívida líquida do setor público é de 33,4% do PIB neste ano. Já para o ano que vem, a previsão para a dívida líquida alcança é de 30,9% do PIB.
 
O projeto, que ainda precisa ser aprovado pelo Congresso Nacional, apresenta uma estimativa do IGP-DI acumulado de 5%. A taxa de câmbio média indicada no mesmo documento é de R$ 2,04. Para a massa salarial média, a indicação é que seja 12,34% maior em 2014 ante 2013.
 
Meta fiscal. Para evitar o que ocorreu nos últimos anos, quando o governo teve que fazer um esforço fiscal maior para cobrir a meta de superávit de Estados e Municípios, o projeto do orçamento de 2014 tira a obrigação legal do governo federal de compensar os resultados dos entes da federação.
 
O documento indica meta de superávit primário de 3,10% do PIB (ou R$ 167,4 bilhões) para o próximo ano.
 
Desse total, o governo central (Tesouro, Banco Central e Previdência) ficará responsável por uma economia de R$ 116,1 bilhões, ou seja, 2,15% do PIB.
 
Estados e Municípios terão que fazer um superávit de R$ 51,2 bilhões, o que equivale a 0,95% do PIB. O governo estabeleceu que pode ser abatido da meta até R$ 67 bilhões com gastos com o PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) e com desonerações tributárias.
 
A meta nominal de superávit é de R$ 167,4 bilhões. O PLDO prevê ainda abatimento do PAC e desoneração de até R$ 67 bilhões.
 (67) 99984.6000

Veja também

Mais Lidas

1
Policial

Casal morre em acidente entre carro e moto na MS-164

2
Aquidauana

Homem ameaça matar outro com faca de açougueiro e é preso em Aquidauana

3
Policial

Homem invade casa em Aquidauana para esfaquear rival e é preso

4
Bodoquena

Motorista ameaça trocar tiros com PMs em posto e vai preso em Bodoquena

Vídeos

Com festa, Prefeitura e Governo do Estado reabrem ginásio de Aquidauana

Revitalização do Poliesportivo de Aquidauana

Identificadas vítimas de acidente entre carros na BR-262

Ver mais Videos

Previsão do Tempo

min24 max38

Aquidauana

Sol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.
min24 max38

Anastácio

Sol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.

Níveis dos Rios Hoje

Paraguai
5,32m
Miranda
6,66m
Aquidauana
3,17m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Nascer de novo...

Robinson L Araujo

ELE RESSUSCITOU!

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

AQUIDAUANA INTELIGENTE, HUMANA E SUSTENTÁVEL

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Advocacia

Mário Nelson Lima Paiva

XV de Agosto, 1639 Alto - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-2571 / Res
Supermercados

Casa Portuguesa

Estevão Alves Corrêa, 885 - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-3266 /3241
Médicos

Irineu Barreto Vitório - Clinico Geral

Rua 7 de Setembro, 1193 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-3665
Ver Mais
508110602