A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
20 de Janeiro de 2018
Anuncie Aqui
8502
Rede estadual

Em assembleia geral, professores do Estado decidem sobre proposta salarial hoje na Capital

Depois das reuniões realizadas nos municípios, Fetems recebe representantes dos sindicatos municipais na Capital nesta quarta-feira

25 JUL 2017 - 15h02min
Da redação

A Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul) realiza uma  assembleia geral  nesta quarta-feira (26), às 14h, na sede da entidade em Campo Grande. O objetivo é deliberar se a categoria aceita ou não a proposta de reajuste salarial apresentada pelo governo do Estado para a categoria. Em Aquiduana, as trabalhadoras e trabalhadores das escolas da rede estadual já deliberaram pela greve. De acordo com o presidente do Simted em Aquidauana, Florênio Escobar, conforme o resultado da assembleia na Capital, a greve segue em todo o Estado a partir de quinta-feira (27), por tempo indeterminado. Amanhã (26), os alunos das escolas do Estado no município ficam sem aula.

De acordo com a Fetems, reunião na Capital contará com a presença dos delegados de cada município, representantes dos 74 Sinted (Sindicatos Municipais dos Trabalhadores em Educação), vice-presidentes das 14 regionais e delegados de base da CNTE (Confederação Nacional  dos Trabalhadores em Educação).

A categoria cobra o cumprimento da Lei Federal  11.738/2008, que determina o reajuste de 7,64% nos salários, e da lei complementar estadual nº 200 de 13 de julho de 2015. Essa última legislação integraliza o piso por 20 horas até o ano de 2021.

Já foi definido com o governo do Estado:
- O governo garante o pagamento do reajuste de 7,64% em 2017;
- Mantém a convocação da mesma forma que no primeiro semestre;
- Não haverá alteração no Estatuto da categoria.   

 Foi estabelecido ainda a criação de uma Comissão para debater aspectos ligados aos funcionários administrativos em educação.   

“A decisão final sobre a proposta do governo é da categoria, que estará reunida na plenária da assembleia geral. Os(as) delegados(as) representando cada município  é que votarão se aceitam ou não a proposta do governo do estado em relação ao reajuste salarial”, ressalta o presidente da Fetems, professor Jaime Teixeira.            

Veja também

Mais Lidas

1
Aquidauana

Jovens são presos por tráfico de drogas na Santa Terezinha

2
Aquidauana

Após descobrir vitiligo aos 15 anos, Vitória faz jus ao seu nome e luta diariamente contra preconceito

3
Aquidauana

Após alagamento da Vila 40, moradores lamentam estragos causados pela chuva

4
Aquidauana

Criminoso furta residência na Vila Pinheiro

Vídeos

Entrevista com os produtores do Longa-Metragem sobre Sasha Siemel

Tráfego de carretas no cruzamento da Duque de Caxias causa preocupação na população.

4ª Marcha pela Vida - Aquidauana MS

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
5,18m
Miranda
7,00m
Paraguai
2,96m

Colunas e Blogs

Manoel Afonso

Tio comunista não apoiou sobrinho tucano

Valdemir Gomes

Busque...

Rosildo Barcellos

Ergonomia e aprendizagem infantil

Ver Mais Colunas
498110646