A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
22 de Novembro de 2017
Anuncie Aqui
8504
Educação

Enem tem 7,1 milhões de pessoas habilitadas para a prova

Número é recorde. Cerca de 700.000 dos 7,8 milhões de inscritos não pagaram taxa e não poderão fazer o exame

7 JUN 2013 - 14h30min
Veja
O Ministério da Educação (MEC) informou nesta sexta-feira que 7.173.574 candidatos estão habilitados a participar do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2013, que será realizado nos dias 26 e 27 de outubro. Isso significa que 92% das 7,8 milhões de pessoas que haviam feito inscrição farão o exame federal. A diferença entre as cifras, de pouco menos de 700.000 pessoas, é referente a candidatos que fizeram a inscrição, mas não pagaram a respectiva taxa.
 
De acordo com o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, o percentual é o maior da história da avaliação federal. "Em anos anteriores, a taxa de confirmação variava entre 86% e 89%", afirmou. Assim, o número de pessoas que farão a prova cresceu 24% em relação a 2012, quando foram registradas 5,7 milhões de inscrições ? destes, só 4,2 milhões compareceram ao exame.
 
O grupo mais numeroso de participantes, como era esperado, têm idades entre 16 e 20 anos: eles somam 54% do total de inscritos. As mulheres também são maioria, com 4,2 milhões, ou 58,3% do total.
 
O estado com maior taxa de inscritos a cada 1.000 estudantes é o Acre, onde 79,6% dos alunos vão participar da prova. Em seguida, estão Amapá, Mato Grosso do Sul, Ceará e Piauí. São Paulo e Santa Catarina apresentam as menores taxas relativas, com 27% e 25%, respectivamente. Para o ministro, o número reflete a maior participação das universidades federais na formação superior no Norte e Nordeste, além da maior procura pela certificação do ensino médio naquelas áreas.
 
Mercadante comparou o Enem com o vestibular unificado chinês, o "Gaokao", o maior do mundo, realizado nesta sexta-feira e sábado. "Estamos caminhando para alcançar o 'Enem' chinês, que tem 9 milhões de inscritos", disse. 
 
O ministro aproveitou a coletiva desta sexta-feira para anunciar também que vai fazer um acordo com o Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) para redefinir o ensino médio. O Enem seria um dos modelos utilizados para a reestruturação daquela etapa escolar, que hoje reúne os piores indicadores da educação básica. Segundo relatório recente da ONG Todos Pela Educação, só um em cada dez alunos termina o ensino médio sabendo o que deveria em matemática.

Veja também

Mais Lidas

1
Policial

Homem foi executado com tiros e suspeita é de "guerra" entre grupos

2
Aquidauana

Acidente entre carro, moto e bicicleta no Ovídio Costa II envolve jovem, criança e mulher grávida

3
Aquidauana

Prefeitura convoca mais 34 candidatos aprovados em concurso público

4
Aquidauana

Correntes que circulam pelo WhatsApp deixam população em dúvida sobre o que é real e o que é invenção

Vídeos

Entrevista com os produtores do Longa-Metragem sobre Sasha Siemel

Tráfego de carretas no cruzamento da Duque de Caxias causa preocupação na população.

4ª Marcha pela Vida - Aquidauana MS

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
2,93m
Miranda
7,07m
Paraguai
1,59m

Colunas e Blogs

Robinson L Araújo

PAIS QUE EDIFICAM SEUS FILHOS

Rosildo Barcellos

O Arroubo Âmago do Cedro!

Pedro Puttini Mendes

O “modelo de lei”, o ambientalismo municipal e a mu...

Ver Mais Colunas
498110641