A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
26 de Março de 2017
Anuncie Aqui
8214

Escalado para o Jungle Fight, lutador de Anastácio busca ascensão na carreira

Evento é o maior do MMA na América Latina

2 FEV 2017 - 17h48min
Da Redação
Aos 23 anos, Adelwilson Silva já tem o futuro bem planejado e, aos poucos, se aproxima de realizar o sonho de se tornar um dos principais nomes do MMA (Artes Marciais Mistas) no país. Por enquanto, treina forte com a equipe da academia Coliseu, em Anastácio, em busca da melhor forma para o principal desafio da carreira: uma luta no Jungle Fight.
 
O evento é o maior da América Latina e é reconhecido lá fora por revelar talentos como Ronaldo Jacaré e Fabrício Werdum, hoje astros do UFC. Natural de Campo Grande, já morou em Mirassol do Oeste e em Cuiabá, no Mato Grosso, e defende cartel com quatro lutas, sendo três amadoras e uma profissional, mas todas com vitórias convincentes.

Adelwilson ganhou dos colegas de academia o apelido de UFC Silva e treina todos os dias no período da tarde. Cria do jiu-jitsu, diz que não tem preferência por lutar apenas no chão e se garante na trocação de golpes. Apesar do futuro promissor, Silva mantém os pés no chão e mostra saber o tamanho dos desafios que terá pela frente. "Quero deixar um legado".
 
Para ele, o MMA é mais do que luta, é estilo de vida. "Entrei no MMA por quatro motivos: por amor ao esporte, para obter melhoria na qualidade de vida, para poder ajudar aquelas pessoas que estão do meu lado e para me consagrar como referência no cenário brasileiro e Mundial", disse o lutador que se dedica aos combates na categoria peso-leve.
 
Antes de estrear no Jungle Fight, deve se apresentar em outros dois eventos importantes. O primeiro deles será o Eco Bonito Fight Combat, agendado para a noite de 25 de março, na cidade de Bonito. Em seguida, vai para o Recife (PE) lutar no Talentos MMA, evento promovido por Ronaldo Jacaré, mas ainda sem data definida. Sobre o Jungle, também não sabe quem era enfrentar, mas isso não será problema. "Estou focado demais".
 

Veja também

Mais Lidas

1
Aquidauana

Ribeirinho relata que quase salvou menina Laura

2
Geral

Tragédia do Aquidauana: Oito dias sem Laura

3
Policial

Agente penitenciário usa Whats App para denegrir imagem de colega

4
Policial

Pistoleiro esquartejado era informante e protegido da polícia

Vídeos

Criança ainda está desaparecida nas águas do Aquidauana

Incêndio em residência em Anastácio

Lançamento de Obras em Aquidauana

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
3,46m
Miranda
2,38m
Paraguai
2,30m
Rio Cuiabá
3,72m
Rio Taquari
4,10m

Colunas e Blogs

Manoel Afonso

PMDB-PSDB, mais afinidades do que diferenças

Raquel Anderson

Embalando o presente

Rosildo Barcellos

Cromossomos Felizes

Ver Mais Colunas
472810425