A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
19 de outubro de 2018
Anuncie Aqui
8502
Esportes

Brasil vence dominicanas e obtém classificação no Grand Prix

17 AGO 2007 - 10h29min
uol

A seleção brasileira feminina de vôlei obteve classificação para as finais do Grand Prix. Na madrugada desta sexta-feira, a equipe dirigida por José Roberto Guimarães derrotou a República Dominicana por 3 sets a 0, com parciais de 25-22, 25-19 e 25-17, em uma hora e 17 minutos.


Essa foi a primeira partida do Brasil no último fim de semana da fase de classificação, que acontece em Taiwan. O resultado mantém a equipe, atual tricampeã, como a única invicta do torneio. Até agora, foram sete vitórias e apenas dois sets perdidos.


As finais, que acontecem de 22 a 26 de agosto, em Ningbo (China), terá a participação de seis equipes. Além de China (anfitriã) e Brasil, estariam com vaga garantida, de acordo com a classificação atual, Rússia, Itália, Cuba e Estados Unidos.


As brasileiras voltam à quadra na manhã deste sábado, às 6h, contra a anfitriã Taiwan. No domingo, no mesmo horário, encerrarão a participação na etapa diante da Itália.


Após o jogo, o técnico Zé Roberto elogiou o desempenho do time. "A Paula foi a única jogadora que não utilizei contra a República Dominicana. As outras 11 atletas atuaram muito bem. A Sassá e a Érika, por exemplo, equilibraram o passe, o ataque e o contra-ataque. No primeiro set, cometemos alguns erros em contra-ataques, mas depois melhoramos e ditamos o ritmo", diz.


O saque dominicano era uma das maiores preocupações do treinador, já que, em julho, durante os Jogos Pan-Americanos, foi a principal arma das adversárias contra o Brasil.


"Desta vez, elas não foram tão bem no saque. Fizeram só dois pontos, ambos no primeiro set. A Rondon e a De la Cruz foram inconstantes neste fundamento. Além disso, a República Dominicana está com uma levantadora nova, a Del Rosario (21 anos). Ou seja, perde um pouco de precisão e na variação de jogadas", analisa Zé Roberto.


Com relação ao próximo desafio, contra Taiwan, o treinador não sabe se poderá contar com a volta de Paula. "A lesão é muito recente e achei melhor deixá-la fora do jogo contra as dominicanas. Não decidi ainda se vou escalá-la na próxima partida", afirma.


Sassá lamentou a ausência da companheira diante das dominicanas, porém ficou satisfeita com o seu rendimento, já que marcou nove pontos. "Infelizmente a Paula não jogou. Mas pude ajudar a equipe a conseguir a vitória. O importante é que todas as jogadoras estejam preparadas para entrar a qualquer momento".


As brasileiras estão atrás do sétimo título do Grand Prix e o quarto consecutivo, já que foram campeãs em 1994, 96, 98, 2004, 2005 e 2006. O segundo maior vencedor do torneio é a Rússia, com três troféus. Cuba e Estados Unidos conquistaram duas vezes, enquanto a China levantou a taça uma vez.

Veja também

Mais Lidas

1
Policial

Conhecido por 'Playboy da Mansão', homem é morto a tiros em cachaçaria na Capital

2
Policial

Corpo de rapaz é encontrado baleado e decaptado em Corumbá

3
Policial

Policial diz que 'agradece a Deus por estar vivo' após ataque de pitbull

4
Aquidauana

9º Batalhão de Engenharia de Combate de Aquidauana encena “Travessia do Chaco”

Vídeos

Entrevista com os produtores do Longa-Metragem sobre Sasha Siemel

Tráfego de carretas no cruzamento da Duque de Caxias causa preocupação na população.

4ª Marcha pela Vida - Aquidauana MS

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Paraguai
3,40m
Miranda
4,16m
Aquidauana
3,06m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Quero...

Robinson L Araujo

A ADOÇÃO QUE NOS TORNA LIVRES

Chico Castro

E AGORA JOSÉ?

Ver Mais Colunas
498110636