A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
16 de dezembro de 2018
Anuncie Aqui
Esportes

Lula comemora o Parapan e quer Olimpíada de 2016 no Rio

20 AGO 2007 - 09h24min
estadão

Em seu programa de rádio nesta segunda-feira, o presidente Lula comemora resultados dos jogos Parapan-Americanos do Rio e fala sobre incentivos do governo federal aos atletas e também da intenção da cidade em sediar a Olimpíada e Paraolimpíada de 2016.


"Não existem barreiras para o ser humano e o Parapan demonstrou exatamente isso, ou seja, os atletas brasileiros deram uma demonstração extraordinária de competitividade, de preparação, de auto-estima, de orgulho próprio", comemorou Lula.


"Uma coisa importante que nós fizemos através do Ministério do Esporte, Luiz, foi primeiro 45% dos atletas que participaram do Parapan-Americano são atletas que têm bolsa do governo para poder custear as suas atividades profissionais. Ou seja, são pessoas que não teriam condições de fazer qualquer disputa se não tivesse o financiamento", explicou o presidente, que acrescentou: "o dado concreto é que o Brasil demonstrou mais uma vez: essas pessoas não precisam de favores, não precisam de esmolas, essas pessoas não querem ser tratadas como se fossem cidadão de segunda categoria. Essas pessoas querem apenas ser tratadas com respeito e querem ser tratadas tendo oportunidades."


Sobre o desejo do Rio de sediar os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de 2016, Lula não foi tão taxativo, mas ressaltou que as experiências do Pan e Parapan serviram como boa base para demonstrar que o Brasil tem condição para abrigar competições de tamanha grandiosidade.


"Nós não damos a garantia de que os jogos vão ser no Rio de Janeiro. Por isso que nós investimos dinheiro nos Jogos Pan-Americanos e Parapan-Americanos, porque nós queríamos provar que o Brasil tem condições de fazer centros esportivos de primeira qualidade e que, portanto, o Brasil tem condições de fazer uma Olimpíada", afirmou o presidente.


"Eu assinei um documento dizendo ao governador do estado do Rio de Janeiro que eu não tenho nenhum problema de virar um garoto-propaganda da cidade para que a gente possa, nas minhas viagens internacionais, conversar com as pessoas que têm voto para decidir aonde vão ser as Olimpíadas e tentar trazê-las para o Rio de Janeiro. Isso é apenas o começo. Ou seja, é preciso acabar com essa bobagem de tudo no Brasil ser nivelado por baixo", acrescentou.


É preciso que a gente coloque a nossa auto-estima, sabe, na ponta da chuteira, no bico do pé, para que a gente possa fazer o que nós temos o direito de fazer. Por que o Brasil tem de ser inferior à Espanha, a Portugal, à Inglaterra, aos Estados Unidos? Não, nós temos de ser iguais e o Parapan-Americano foi uma demonstração disso", concluiu Lula.

Veja também

Mais Lidas

1
Anastácio

Diabética e cega, jovem quer ajuda para fazer consulta e conseguir transplante

2
Anastácio

Família que perdeu tudo em incêndio precisa de doações para recomeçar

3
Aquidauana

Alespana e Marinha preparam fuzileiros para o mercado de trabalho em Aquidauana

4
Anastácio

Casa pega fogo, chamas consomem todos os pertences e matam o cachorrinho de casal

Vídeos

Entrevista com os produtores do Longa-Metragem sobre Sasha Siemel

Tráfego de carretas no cruzamento da Duque de Caxias causa preocupação na população.

4ª Marcha pela Vida - Aquidauana MS

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Paraguai
2,52m
Miranda
5,26m
Aquidauana
2,66m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Preciso...

Manoel Afonso

MDB sobreviverá sem Puccinelli?

Alessandro Arruda

As leis e nossa incapacidade de produzi-las

Ver Mais Colunas