A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
24 de junho de 2019
Anuncie Aqui
9082
Eventos

Exposição leva arte popular pantaneira à Casa do Artesão

22 AGO 2007 - 13h28min
assessoria de comunicação

A Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS) inaugura nesta
quarta-feira (22), às 15h, a exposição "Arte Popular Pantaneira", que
reúne peças em cerâmica com motivos religiosos e da fauna e flora
pantaneiras.


Os trabalhos, em exposição na Galeria Abílio Antunes, da Casa do Artesão, em Campo Grande, foram confeccionados pelos irmãos Edílson Pinto Oliveira e Denílson Pinto Oliveira, Everaldo Paes Munhóis e Oscar Luiz Romero.


Nascido em 1974, em Corumbá, Denílson Oliveira começou o ofício de artesão com 13 anos. Interessou-se pelo artesanato nas visitas freqüentes à Casa do Artesão de Corumbá, onde surgiu a curiosidade de descobrir como transformar a cerâmica em arte. Incentivado por um funcionário da Casa, Denílson começou a participar das atividades na Associação Massa Barro, criando pássaros e outros bichos do Pantanal, além de imagens de santos.


Em época de carnaval, ele desenvolve também esculturas em isopor para as alegorias, com bichos e imagens diversas e de tamanhos variados. Seu artesanato é comercializado na Casa do Artesão de Campo Grande, cidade onde reside há sete anos.


A história de Denílson influenciou seu irmão mais novo, Edílson Oliveira, nascido em 1978, também em Corumbá. Edílson Oliveira iniciou-se no artesanato com 14 anos, observando seu irmão já artesão. Encantado com a maneira com que Denílson trabalhava e moldava a argila, sempre lhe ajudava e queria aprender a técnica.


Na Associação Massa Barro, aprendeu a aprimorar e desenvolver os trabalhos em cerâmica, criando peças que também retratam santos e bichos do Pantanal.


Everaldo Paes Munhóis é outro corumbaense que começou a desenvolver a cerâmica a partir de cursos na Associação Massa Barro. Everaldo já conta vinte e três anos de experiência e hoje ensina o ofício ao filho de nove anos. Ele trabalha sozinho, produzindo santos e bichos do Pantanal em cerâmica, cerca de 200 peças por mês.


Oscar Luiz Romero, por sua vez, nasceu em Ponta Porã, em 1962. Começou a desenvolver modelagem em biscuit. Posteriormente, foi convidado a desenvolver trabalhos com argila. Há três anos produz peças em cerâmica que retratam principalmente animais do Pantanal.


A exposição vai até 17 de setembro e pode ser visitada de segunda a
sexta-feira, das 8h às 18h e aos sábados, das 8h às 12h. Mais informações podem ser obtidas na Casa do Artesão, localizada na Avenida Calógeras, nº 2050, Centro. Os telefones são: 67 3383-2633 e 3316-9107.

 

Veja também

Mais Lidas

1
Policial

Homem é esfaqueado no pescoço por rival pede socorro à PM, em Aquidauana

2
Policial

Homem de 55 anos morre engasgado após jantar

3
Aquidauana

Jovem é agredida por trio em bar no Bairro Alto e diz que teve celular tomado

4
Policial

Homem é executado a tiros durante festa junina na fronteira

Vídeos

Motorista que causou acidente admitiu ter bebido cerveja e não tinha CNH

PRF promove campanha de combate a violência sexual infantil

Portal Atacado • Anastácio MS | Especial Dia das Mães

Ver mais Videos

Previsão do Tempo

min17 max31

Aquidauana

Sol com algumas nuvens. Não chove.
min17 max31

Anastácio

Sol com algumas nuvens. Não chove.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
2,69m
Miranda
3,48m
Paraguai
5,59m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Nas...

Giovani José da Silva

HISTÓRIAS DE ADMIRAR: A BOLSA E O NADA OU OS LADRÕES ...

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

Mão/Faça-se!

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Pesqueiros

Pesqueiro do Barbosa

Distrito de Camisão, - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 96157369
Médicos

Alex Leite Melo - Psiquiatra

Rua Getulio Vargas, 153 - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-4160
Escolas Municipais

Escola Municipal Pólo Pantaneira

Fazenda Taboco, Fazenda Taboco - 79200-000 Aquidauana/MS (67)
Ver Mais
508110709