A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
19 de outubro de 2018
Anuncie Aqui
8502
Eventos

Feira no Horto Florestal traz mundo das ervas para o cotidiano

11 SET 2007 - 07h17min
midia max news

Quem nunca tomou um chazinho para dor de estômago, de cabeça ou para ter uma boa noite de sono? Desde que o mundo é mundo o uso terapêutico das ervas tem aliviado dores e reanimado os ânimos. Elas estão na natureza, em abundância, e durante a V Feira do Bem-Estar estarão em destaque no estande do Recanto das Ervas, um viveiro de plantas criado há três anos em Campo Grande.


Segundo a proprietária do Recanto, a jornalista Márcia Chiad, a cada dia mais pessoas procuram conhecer e utilizar as ervas no dia-a-dia. "O chazinho da vovó está cada vez mais popularizado entre toda a família. Em muitas casas, reunir os entes queridos ou amigos para tomar um bom chá natural com biscoitos já se tornou rotina", explica.


Entre as utilizadas estão melissa, anador, carqueja, cavalinha e menta. O uso aromático e o 'toque especial' das ervas nas receitas também não é recente. O manjericão, por exemplo, já era utilizado na Índia por volta do ano 4000 mil a.C. É originário do sul da Ásia e Índia, e foi levado pelo conquistador Alexandre, o Grande, para a Grécia antiga.


Hoje, são mais de 360 variedades. Suas folhas são usadas em massas, molhos, legumes, vinagre de ervas e pizzas. Se a intenção for incrementar o feijão de cada dia, a segurelha, que veio dos Alpes e foi utilizada primeiramente pelos romanos, é uma boa pedida. A erva é muito aromática e tem sabor levemente picante. É utilizada principalmente para tempero de molhos e feijão, além de carnes, especialmente peixes e aves, e saladas.


Além do manjericão e da segurelha, quem visitar o estande do Recanto das Ervas na Feira do Bem-Estar encontrará mudas de alecrim, tomilho, sálvia, manjerona, orégano e cerefólio. Serão comercializadas cestas de ervas para presentear - de Temperos, de Boa Sorte e Digestiva - e produtos à base de ervas - sal e vinagre aromatizados, manteiga e pão com ervas. "Levaremos ainda à feira os brotos comestíveis de alfafa, trevo, rabanete e feijão moyashi, que ainda são pouco difundidos no Brasil, mas que são altamente nutritivos", explica Márcia. Eles são ricos em potássio, magnésio, cálcio, manganês, cobre, vitamina B e aminoácidos. Cursos - Durante a feira também estarão abertas as inscrições para cursos e oficinas de cultivo e utilização das ervas no dia-a-dia, inclusive para crianças.
 
Serviço - A V Feira do Bem-Estar é uma realização da Fundação Municipal de Cultura de Campo Grande e pode ser visitada nos dias 15 e 16 de setembro, das 9h às 17h, no pátio do Horto Florestal e na Biblioteca Municipal. A entrada é gratuita. O evento contará com apresentações culturais e palestras.

Veja também

Mais Lidas

1
Policial

Conhecido por 'Playboy da Mansão', homem é morto a tiros em cachaçaria na Capital

2
Policial

Corpo de rapaz é encontrado baleado e decaptado em Corumbá

3
Policial

Policial diz que 'agradece a Deus por estar vivo' após ataque de pitbull

4
Aquidauana

9º Batalhão de Engenharia de Combate de Aquidauana encena “Travessia do Chaco”

Vídeos

Entrevista com os produtores do Longa-Metragem sobre Sasha Siemel

Tráfego de carretas no cruzamento da Duque de Caxias causa preocupação na população.

4ª Marcha pela Vida - Aquidauana MS

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Paraguai
3,40m
Miranda
4,16m
Aquidauana
3,06m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Quero...

Robinson L Araujo

A ADOÇÃO QUE NOS TORNA LIVRES

Chico Castro

E AGORA JOSÉ?

Ver Mais Colunas
498110561