A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
20 de agosto de 2019
Anuncie Aqui
8826-->
Eventos

Manejo de Serpentes é tema de palestra no Festival de Inverno

4 AGO 2007 - 10h59min
notícias.ms

"Manejo de Serpentes e prevenção de acidentes ofídicos" é o tema da oficina que será realizada hoje, a partir das 14 horas, como parte da programação do Festival de Inverno de Bonito. As inscrições para a oficina podem ser feitas no Biotério da UCDB, em frente à Praça da Liberdade.


Ontem (3), a bióloga e veterinária Paula Helena Santa Rita, ministrou a palestra "Serpentes de Mato Grosso do Sul - biologia e preservação". Ela falou sobre as características das serpentes, como lidar com esses animais e a importância das cobras tanto para a biotecnologia como para o meio ambiente.


Como exemplos de cobras peçonhentas encontradas em Mato Grosso do Sul, citou a jararaca, cascavel, boca-de-sapo e urutu-cruzeiro. "Os acidentes mais freqüentes acontecem com a jararaca. Na região do Pantanal, a que mais causa acidentes é a boca-de-sapo, que é agressiva e tem o veneno extremamente necrosante", informou.


Para os casos de acidentes com serpentes, a bióloga recomendou limpar o local da picada com água e sabão, tomar bastante água, tentar ficar o mais calmo possível, para evitar que o aumento da circulação sanguínea distribua o veneno ainda mais rápido pelo corpo e encaminhar a vítima para uma unidade de saúde, de preferência, levando a cobra para que o médico saiba o tipo de antídoto usar.


"É preciso conscientizar as pessoas de que matar o animal quebra a cadeia alimentar e prejudica o ecossistema local. Aquele animal é ponto de equilíbrio do ecossistema, é predador de roedores, que compete diretamente com o homem por alimentos. Além disso, se matar uma fêmea na época de acasalamento, o feromônio dela se espalha e atrai mais machos à propriedade", explicou.


Paula Helena também falou sobre a importância das serpentes para a biotecnologia. "Descobriu-se propriedades valiosas no veneno das serpentes", disse. Ela citou como exemplo o medicamento para controlar a pressão arterial Captopril. "O componente usado é do veneno da jararaca brasileira e o laboratório que o patenteou é americano", contou. De acordo com Paula Helena, a descoberta já rendeu dois bilhões de dólares em royalties apenas no primeiro ano e atualmente a empresa fatura aproximadamente R$ 200 milhões anualmente. "O nosso grande problema é a biopirataria", alertou.

 

Veja também

Mais Lidas

1
Anastácio

Em Anastácio, multinacional abre vagas e interessados tem até sexta para se candidatar

2
Policial

Jovem deixa moto na frente de casa, em Aquidauana, e tem veículo furtado

3
Policial

Pistoleiros executam homem enquanto comia pastel com neta de 8 anos

4
Aquidauana

Ladrões roubam bolsa com dinheiro e produtos de trabalho de manicure

Vídeos

Wild Camp reúne apaixonados por Kombi neste fim de semana em Camisão

Wild Camp reúne apaixonados por Kombi neste fim de semana em Camisão

Gaeco apreende 26 armas, munições e documentos que já estão na Delegacia de Aquidauana

Ver mais Videos

Previsão do Tempo

min16 max30

Aquidauana

Dia de sol com algumas nuvens e névoa ao amanhecer. Noite com poucas nuvens.
min16 max30

Anastácio

Dia de sol com algumas nuvens e névoa ao amanhecer. Noite com poucas nuvens.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
2,24m
Miranda
2,27m
Paraguai
3,66m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Quando...

Raquel Anderson

Aquidauana

Fausto Matogrosso

ATÉ QUANDO?

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Escolas Municipais

Escola Municipal Indígena Pólo General Rondon

, Distrito de Taunay - 79200-000 Aquidauana/MS (67)
Auto Escolas

Auto Escola Ativa

Rua Theodoro Rondon, 595 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-8282
Auto Elétrica/Oficinas

Oficina Brasil

Pandia Calogeras, 841 - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 3574
Ver Mais
508110729