A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
18 de outubro de 2018
Anuncie Aqui
8502
Eventos

Mostra Corumbá traz as maiores companhias de dança do País

1 SET 2007 - 11h57min
midia max news

Corumbá, a capital do pantanal sul-mato-grossense, será de 4 a 9 de setembro, novamente, a capital brasileira da dança. Em meio às mais belas paisagens naturais do centro-oeste do Brasil, a mostra, que já é tradicional e reúne atrações nacionais e internacionais, vai acontecer, diariamente, em praça pública e na sede do Moinho Cultural Sul-Americano, projeto do Instituto Homem-Pantaneiro, que possui a chancela da Unesco - Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura - cujo objetivo é proporcionar o desenvolvimento de jovens da comunidade local e da Bolívia, através da dança e da música, favorecendo o aprendizado e a divulgação da cultura e a sensibilização das crianças e jovens, enriquecendo sua formação de cidadania e traçando novas perspectivas para o futuro.


A direção geral da mostra é assinada pela bailarina corumbaense Márcia Rolon, a curadoria geral pela jornalista Suzana Braga e a curadoria de cinema e vídeo pelo jornalista e diretor de TV, Wagner Corrêa de Araújo, da TV E Brasil. A noite de abertura, a partir das 20h do dia 4 de setembro, marcará a celebração de um grande encontro entre os bailarinos do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, que apresentarão o segundo do ballet de repertório do Lago dos Cisnes, e os alunos da Escola de Artes Moinho Cultural Sul - Americano, de Corumbá.


A grande atração da segunda noite do festival, no palco principal, serão os bailarinos do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, Ana Botafogo e Marcelo Misaelidis. Ainda se apresentarão pelo Municipal os bailarinos Cicero Gomes e Márcia Jaqueline. Para a jornalista Suzana Braga, que faz a curadoria praticamente desde o início da Mostra, a idéia do evento é apresentar um panorama da dança do Brasil e da América Latina - já estiveram presentes atrações do Chile, Cuba e este ano haverá um grupo da Bolívia.


" Há também workshops e outros intercâmbios entre os participantes, através de oficinas e aulas gratuitas. O componente social também está muito presente na medida em que a população e as crianças, os alunos do Moinho Cultural Sul - Americano, têm acesso ao que há de melhor em termos de todos os estilos de dança e também a uma orquestra sinfônica, como foi no ano passado. Os alunos, em geral filhos de ribeirinhos, pescadores e indígenas, ficaram extasiados com a apresentação", recorda Suzana Braga.


Este ano a Mostra receberá 800 bailarinos e o público estimado é de 5 mil pessoas por noite. O evento é dividido entre Mostra Principal e a Mostra Paralela, conforme a programação em anexo. O encerramento da Mostra Corumbá, no dia 9 de setembro, acontecerá no palco principal, na praça Generoso Ponce, com apresentação de diversas companhias.

Veja também

Mais Lidas

1
Policial

PMA prende dois pescadores com mais de 100 quilos de peixe em Aquidauana

2
Aquidauana

Missa de sétimo dia de Mariane Rodrigues Niedack será sábado

3
Policial

Trabalhador rural é morto por colega após discussão na sede de fazenda em Aquidauana

4
Aquidauana

Rapaz cai de Biz ao ir para o serviço e tem moto escondida antes do socorro

Vídeos

Entrevista com os produtores do Longa-Metragem sobre Sasha Siemel

Tráfego de carretas no cruzamento da Duque de Caxias causa preocupação na população.

4ª Marcha pela Vida - Aquidauana MS

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Paraguai
3,40m
Miranda
4,16m
Aquidauana
3,06m

Colunas e Blogs

Chico Castro

E AGORA JOSÉ?

Valdemir Gomes

Estamos...

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

A IMPORTÂNCIA DO SER PROFESSOR: O ATO E O FATO.

Ver Mais Colunas
498110852