A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
13 de dezembro de 2018
Anuncie Aqui
8504
Geral

Artesanato melhora a autoestima e prepara jovens das Uneis para retorno ao convívio social

8 MAI 2013 - 13h15min
Notícias MS
Visando despertar nos adolescentes que cumprem medidas socieducativas o gosto pelos trabalhos artesanais e prepará-los para retorno ao convívio social com o domínio de uma atividade que possa contribuir com a renda familiar, foi realizada nesta terça-feira (7) a décima quarta edição da Feira de Artesanato das Unidades Educacionais de Internação (Unei) da Capital. O projeto é uma ação da Secretaria de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), por meio da Superintendência de Assistência Socioeducativa (Sas) e da Secretaria de Educação, por intermédio da Escola Pólo Professora Evanilda Nerres Cavassa.
 
A feira aconteceu durante toda a manhã, no saguão da Secretaria de Educação, no Parque dos Poderes, e reuniu trabalhos produzidos por adolescentes das Uneis masculinas Dom Bosco e Novo Caminho e da Unidade feminina Estrela do Amanhã. Entre os produtos expostos, muitas opções de presentes para o Dia das Mães, data comemorada no próximo domingo (12), sendo possível encontrar chinelos e toalhas bordadas, pinturas em gesso e vidro, decoupage em madeira, quadros em papel machê, bijouterias, imãs de geladeiras, caixas decoradas, entre outros.
 
Presente na abertura da mostra, o secretário de Justiça e Segurança Pública, Wantuir Jacini, parabenizou os adolescentes pela excelência dos trabalhos e os professores pela proficiência em transmitir a arte. ?A exposição demonstra que as unidades estão atingindo o objetivo, que é promover a socioeducação. As peças são bem acabadas, chamam a atenção pela beleza e riqueza de detalhes?, comentou Jacini.
 
Para o superintendente de Assistência Socioeducativa, coronel Hilton Villasanti, a ação realizada reforça os preceitos da socieducação, que se baseia na educação formal, na profissionalização e na relação familiar e comunitária.
 
?Estes trabalhos, produzidos por nossos jovens, reforçam, intensificam e demonstram claramente que a Secretaria de Justiça, por meio da Sas, juntamente com a nossa grande parceira, a Secretaria de Educação estão no caminho certo, para que possamos o mais breve possível devolver os adolescentes às suas famílias e à sua comunidade?, ressaltou o superintendente.
 
A diretora da Escola Escola Pólo Professora Evanilda Nerres Cavassa, Eliete Marques Barros, explica que escola trabalha dentro das unidades com a educação integral. ?Temos o horário da escolarização e o horário do projeto que acontece no contraturno, onde são ministradas aulas de artes que englobam técnicas diversas?, disse.
 
Segundo Eliete, além das atividades voltadas para o artesanato, os adolescentes também tem acesso a aulas de xadrez, música, violino.  Em Dourados são ministradas aulas de violão, teatro, rip rop.. ?Eles se sentem orgulhosos de ver os trabalhos que produzem sendo elogiados e adquiridos pelas pessoas. A sala de aula fica mais rica com essa motivação ao apreender, tanto a escolarização,  quanto o trabalho no projeto de artes?, concluiu a diretora.

Veja também

Mais Lidas

1
Você Repórter

Adolescente de Aquidauana já é destaque nacional em Laço comprido

2
Você Repórter

Com muita glória família Quelho forma mais um médico

3
Policial

Trabalhador cai no rio Negro durante pescaria e desaparece; bombeiros preparam resgate

4
Entrevistas

Aquidauanense é convidada para programa da Rede Globo

Vídeos

Entrevista com os produtores do Longa-Metragem sobre Sasha Siemel

Tráfego de carretas no cruzamento da Duque de Caxias causa preocupação na população.

4ª Marcha pela Vida - Aquidauana MS

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Paraguai
2,59m
Miranda
6,13m
Aquidauana
3,76m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

O...

Alessandro Arruda

As leis e nossa incapacidade de produzi-las

Giovani José da Silva

HISTÓRIAS DE ADMIRAR: DAR, RECEBER E RETRIBUIR

Ver Mais Colunas
498110732