A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
15 de dezembro de 2018
Anuncie Aqui
Geral

Comerciários querem reajuste de 20%

4 SET 2007 - 07h31min
correio do estado

O Sindicato dos Comerciários de Dourados (Secod) entregou ontem às entidades patronais a proposta de negociação salarial com índice de reajuste anual de 20%. O percentual foi tirado em assembléia realizada na noite de sexta-feira passada. A minuta contém 69 cláusulas.


A proposta foi oficializada ontem aos dois sindicatos do Comércio Atacadista e Varejista e das Empresas Concessionárias de Veículos Automotores de Mato Grosso do Sul. O objetivo é que a primeira rodada de negociações seja feita ainda em setembro. A data-base é novembro.


O presidente do Secod, Pedro Lima, disse que a classe patronal pode considerar alto o índice de 20%, mas lembrou que a Federação dos Comerciários está pedindo 12%. Citou que nos últimos anos houve apenas a reposição da inflação e agora a categoria quer aumento real.


A proposta de acordo coletivo prevê ainda uma licença maternidade de 150 dias e hora-extra de 100% - hoje é de 60%, para forçar os comerciantes a fazerem mais contratações de comerciários, evitando longas jornadas de trabalho, inclusive aos domingos.

Veja também

Mais Lidas

1
Anastácio

Casa pega fogo, chamas consomem todos os pertences e matam o cachorrinho de casal

2
Aquidauana

Encontrado o corpo do trabalhador que desapareceu no rio Negro

3
Anastácio

Diabética e cega, jovem quer ajuda para fazer consulta e conseguir transplante

4
Anastácio

Idoso em Golf tenta desviar de capivara na pista, mas capota

Vídeos

Entrevista com os produtores do Longa-Metragem sobre Sasha Siemel

Tráfego de carretas no cruzamento da Duque de Caxias causa preocupação na população.

4ª Marcha pela Vida - Aquidauana MS

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Paraguai
2,52m
Miranda
5,26m
Aquidauana
2,66m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Preciso...

Manoel Afonso

MDB sobreviverá sem Puccinelli?

Alessandro Arruda

As leis e nossa incapacidade de produzi-las

Ver Mais Colunas