A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
26 de maio de 2020
Anuncie Aqui
-->
Meio Ambiente

Decreto reacende polêmica em MS sobre plantação de cana no Pantanal

Segundo ambientalista, o solo não é indicado para o plantio de monoculturas

9 NOV 2019 - 10h49min
Midiamax

Decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL), na última terça-feira (05), liberando a plantação de cana-de-açúcar no Pantanal reacendeu polêmica em Mato Grosso do Sul. A revogação do decreto 6.961/ 2009, que garantia a produção do etanol de forma sustentável, movimentou ambientalistas e políticos.

Além de impactar o Pantanal, o decreto também autoriza o plantio na área amazônica e da bacia do Alto do Paraguai. Para o deputado estadual Zé Teixeira (DEM), muitos podem ter visão equivocada sobre as definições e características do bioma. “Nessa região tem uma quantidade enorme de terras férteis e quando você fala pantanal, imagina na sua cabeça de criança de primeiro ano de escola, que é uma parte de terra alagada”, explica o deputado. 

Zé Teixeira diz ainda que a expansão garante sustentabilidade e liberdade aos produtores. “Então o que ele  [Bolsonaro] está criando? Um desenvolvimento sustentável e dando liberdade ao proprietário, porque ele não pode ser policiado por olhos ambientalistas e fanáticos”.

A engenheira agrícola e ambiental, Alexandra Pinho, explica que no Pantanal existem áreas de campo aberto, mas garante que o plantio de cana-de-açúcar nesta região não é uma prática viável. “O Pantanal tem muita área de campo, mas não é uma área de aptidão. Ainda mais que a cana usa uma grande quantidade de insumos agrícolas, como agrotóxicos, que vão estar diretamente ligados a água”, explica.

A ambientalista destaca que o plantio da cana-de-açúcar é uma monocultura e que acaba interferindo na qualidade ambiental. Alexandra explica que essa prática com o uso de agrotóxicos podem atingir o bioma de forma preocupante.

“Esses fertilizantes e agrotóxicos, podem causar processos de eutrofização por um acumulamento de matéria orgânica. Esse processo de eutrofização é o envelhecimento dos lagos, que vai deteriorar e acabar com a vida útil desses sistemas, o pantanal é formado por isso”, ressalta.

Etanol

Ao contrário do que pode-se pensar o doce da cana-de-açúcar não vem da garapa ou do melado, mas sim da grande produção de etanol. No último mês, o Brasil exportou o biocombustível para 21 países diferentes, totalizando mais de 210 milhões de litros de etanol, segundo o  Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.

Segundo a engenheira agrícola e ambiental, a expansão do plantio não vê a cana-de-açúcar como produto de consumo alimentício. “A cana não é vista como um alimento, ela vai ser commodity para produzir açúcar ou etanol”.

Em 31 de outubro, um projeto de lei foi enviado pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB) para a Assembleia Legislativa propõe o aumento de 30% da alíquota de ICMS (Imposto sobre Comercialização de Mercadorias e Serviços) da gasolina e 20% do etanol. O projeto reduziria em 5% o valor impostos cobrados no etanol.

Ao defender o projeto, o deputado estadual Felipe Orro (PSDB) afirmou que a aprovação pode gerar manifestações da população, mas que a situação pode gerar investimento nas indústrias. “A maioria dos carros são flex e podem optar pelo etanol, o que pode acabar estimulando as indústrias”, disse.

Divide opiniões

O deputado estadual, João Henrique Catan (PL) acredita que o avanço da tecnologia pode ser um aliado para a expansão do plantio de cana-de-açúcar no Pantanal. “Eu acho que hoje em dia, se tiver investimento, cuidado e acompanhamento de ambientalistas sérios e independentes, pode ser feito com segurança”, afirma.

Contrário, o deputado estadual Cabo Almi (PT) diz que o decreto é um golpe contra o meio ambiente. O parlamentar diz que as queimadas na Amazônia parecem estar sendo facilitadas de alguma forma. “ A ampliação de usinas é perversa e não contribui sobre com a preservação do meio  ambiente, tratado mundialmente como necessidade do ser humano. É na verdade mais um golpe que o Brasil está sofrendo pelo Bolsonaro”, finaliza.

 

Veja também

Mais Lidas

1
Aquidauana

Luto: Nota de Falecimento do estudante Leandro José dos Santos

2
Aquidauana

Morre 'Break', conhecido por apitar futebol amador em Aquidauana

3
Coronavírus

Anastácio confirma seu 1º caso de Covid-19

4
Nota de Falecimento

Alice Quirino falece aos 31 anos após parada cardiorrespiratória

Vídeos

Cães encontram droga escondida em estofado de veículo

Morador de Taunay encontra jaguatirica morta às margens da BR-262

Bombeiros de Aquidauana estão na operação para controle de grande incêndio no Pantanal

Ver mais Videos

Previsão do Tempo

min11 max26

Aquidauana

Sol o dia todo sem nuvens no céu. Noite de tempo aberto ainda sem nuvens.
min11 max26

Anastácio

Sol o dia todo sem nuvens no céu. Noite de tempo aberto ainda sem nuvens.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
3,44m
Miranda
4,80m
Paraguai
1,89m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

As...

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

"CITAÇÕES DE CLARICE LISPECTOR"

Robinson L Araujo

EM TEMPOS DE PANDEMIA, O LAR DEVERIA SER O MELHOR REFÚ...

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Agências de Viagem e Operadoras

Buriti Viagens e Turismo

Manoel Antonio de Barros, 720 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 2718
Escolas Municipais

Escola Municipal Ada Moreira Barros

End: Rua João Ferreira Hormondes, s/n Distrito de Cipolândia - 79208-000 Aquidauana/MS (67)
Restaurantes

Joinha Restaurante e Pizzaria

Rua Antonio João, 443 Bairro Alto - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 5754
Ver Mais