A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
21 de abril de 2018
Anuncie Aqui
8498
Geral

Detentos de Jardim se profissionalizam na técnica de artesanato em osso

28 JUN 2017 - 15h02min
Redação

O aprendizado de artesanato em osso trouxe inovação profissional aos detentos do Estabelecimento Penal “Máximo Romero” de Jardim. O curso foi realizado por meio de parceria entre a Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen) e a empresa Amo Bio Design, que proporcionou, voluntariamente, todos os ensinamentos. A iniciativa teve o apoio do Poder Judiciário e do Ministério Público Estadual.

Com 100 horas/aula, a capacitação envolveu a participação de quatro internos, que aprenderam a técnica de entalhar desenhos com a matéria-prima. Além de ganharem novos conhecimentos, todos os detentos receberam certificados do curso e a remição de oito dias da pena, conforme a Lei de Execução Penal, que estabelece que a cada 12h de estudo se reduz um dia de pena.

Graças ao sucesso da iniciativa, um dos internos que concluíram o curso vai passar para o regime semiaberto e será empregado na empresa que realizou essa parceria. “Vai colocar em prática tudo o que aprendeu, e esse resultado nos traz muita satisfação, além de motivar outros detentos a se profissionalizar”, destacou o diretor da unidade prisional, Maycon Roslen de Melo.

Para o diretor do presídio, este curso gerou efeitos positivos ao contribuir com a ressocialização e proporcionar formação profissional dos internos. “É nossa obrigação, como agentes do sistema penitenciário, possibilitar novas chances de reinserção social aos privados de liberdade, e fornecer trabalho tem sido uma das soluções mais produtivas para eles, pois poderá ser usado como fonte de renda assim que conquistarem a tão sonhada liberdade”, ressaltou o dirigente.

Formatura

Este mês foi realizado o encerramento da primeira etapa do curso de artesanato em osso, que teve duração de fevereiro a maio deste ano. Ministrado pelos artesãos Assunção Alves e Davi Rogério Ojeda, ambos da empresa Amo Bio Design, que proporcionou voluntariamente todos os ensinamentos.

Participaram da solenidade de encerramento da qualificação a juíza da Execução Penal de Jardim e diretora do fórum local, Penélope Mota Calarge; o promotor de Justiça, Allan Cobacho do Prado; o presidente da Câmara Municipal, vereador Fernandinho Ramos; a secretária Municipal de Assistência Social, Rosineide Maciel da Silva, que representou o prefeito Guilherme Alves Monteiro; além dos agentes penitenciários da unidade e os artesãos que ministraram as aulas.

Veja também

Mais Lidas

1
Policial

Decretada a sentença judicial do adolescente que matou Clarinda Tamashiro

2
Aquidauana

Homem sofre fratura em acidente por causa de semáforo que estava apagado

3
Anastácio

PM desmonta esquema de tráfico de drogas no Centro de Anastácio

4
Aquidauana

‘Em 15 anos, nunca vi um vendaval dessa proporção’, diz moradora do Clube do Laço

Vídeos

Entrevista com os produtores do Longa-Metragem sobre Sasha Siemel

Tráfego de carretas no cruzamento da Duque de Caxias causa preocupação na população.

4ª Marcha pela Vida - Aquidauana MS

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Paraguai
4,74m
Miranda
4,67m
Aquidauana
3,65m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Até...

Robinson L Araujo

CASAMENTO: O Plano Perfeito de DEUS Para a Família - 1...

Raquel Anderson

Na mesa do bar!

Ver Mais Colunas
498110756