A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
03 de junho de 2020
Anuncie Aqui
-->
Tempo

Estiagem pode bater média histórica dos últimos dez anos em MS

18 SET 2019 - 10h22min
Assessoria

Quando o assunto é tempo e temperatura, o mês de setembro tem tido condições climáticas nada favoráveis. Uma análise dos dados históricos do Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima (Cemtec), que acaba de atualizar o recorde de mais alta temperatura, indica também a possibilidade de este ser o mês mais seco dos últimos dez anos.

Os números são preocupantes, pois alguns municípios de Mato Grosso do Sul não veem chuva desde o mês de junho, como é o caso de Sete Quedas que está há 83 dias sem chuva. Porto Murtinho e Costa Rica também passam por um longo período de estiagem, contabilizando 64 e 43 dias respectivamente.

De acordo com a coordenadora do Cemtec, Franciane Rodrigues, numa análise dos últimos dez anos, o setembro de 2017 foi o que menos choveu, com 496 mm acumulados no monitoramento das 28 estações meteorológicas do Estado. “2019 tem tudo para bater esse recorde, pois até agora foram apenas 199 mm computados na primeira quinzena do mês”, explica.

As temperaturas elevadas associadas a ausência de chuva, resultam em umidade do ar em níveis críticos. Em algumas regiões do Estado se assemelham ao clima de deserto. Nos últimos dias o índice de umidade chegou aos 10% em Amambai, Coxim e Sonora. A boa notícia é que a média histórica se mantém lá em 2010, com 6% registrado em São Gabriel do Oeste, conforme o banco de dados do Cemtec.

Só uma boa chuva pode amenizar o desconforto da atual situação climática do Estado. Mas pelo menos até dia 24 de setembro, não há previsão de chuva significativa, afirma a especialista do Cemtec. “Dados preliminares do modelo internacional de previsão numérica de tempo, apontam condição de chuva para o Estado entre os dias 25 e 27 de setembro”. 

Recordes de calor

O município de Coxim registrou a maior temperatura do país com 42,9°C no dia 15 de setembro, batendo o próprio recorde de calor. A máxima histórica do Estado havia sido registrada na terra do “pé de cedro” em 2010 com 42°C. A Capital também teve a maior temperatura dos últimos 9 anos com registro de 39,8°C também no domingo (15.09). Antes, o maior índice era de 39°C, catalogado em setembro de 2010.

 

Veja também

Mais Lidas

1
Coronavírus

Após falso positivo, teste de paciente dá negativo e Aquidauana não tem coronavírus

2
Aquidauana

Aquidauana segue com um caso confirmado de coronavírus e tem mais sete suspeitos

3
Geral

Confira quem foram os ganhadores do sorteio da Nota MS Premiada

4
Aquidauana

Confira as oportunidades da Casa do Trabalhador de Aquidauana

Vídeos

Cães encontram droga escondida em estofado de veículo

Morador de Taunay encontra jaguatirica morta às margens da BR-262

Bombeiros de Aquidauana estão na operação para controle de grande incêndio no Pantanal

Ver mais Videos

Previsão do Tempo

min12 max26

Aquidauana

Nublado pela manhã, com possibilidade de garoa. Tarde de sol com diminuição de nuvens. Noite com muita nebulosidade.
min12 max26

Anastácio

Nublado pela manhã, com possibilidade de garoa. Tarde de sol com diminuição de nuvens. Noite com muita nebulosidade.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
3,44m
Miranda
4,80m
Paraguai
1,89m

Colunas e Blogs

Robinson L Araujo

A VIVÊNCIA FAMILIAR EM TEMPOS DE QUARENTENA

Valdemir Gomes

Tento...

Giovani José da Silva

HISTÓRIAS DE ADMIRAR: SOMOS O QUE, MESMO?

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Farmácias e Drogarias

Farmácia Princesa do Sul

Rua Marechal Mallet, 634 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 3050
Farmácias e Drogarias

Farmácia Marialva

Rua Estevão Alves Correa, 2097 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 4526/3992
Restaurantes

Churrascaria O Laçador I

AV. Integração, 601 centro - 79210-000 Anastácio/MS (67) 3245 0114
Ver Mais