A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
30 de maio de 2020
Anuncie Aqui
-->
Seca extrema

Estiagem pode bater média histórica dos últimos dez anos em MS

Depois de bater o recorde de período mais quente de sua história, estado sofre com baixa umidade

18 SET 2019 - 15h42min
Redação com Assessoria

Análise dos dados históricos do Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima (Cemtec), confirmou nesta quarta-feira (18) o recorde de temperatura mais alta já registrada em Mato Grosso do Sul. A pesquisa indica também a possibilidade de este ser o mês mais seco dos últimos dez anos.

Os números são preocupantes, já que alguns municípios de Mato Grosso do Sul não recebem chuva desde o mês de junho, como é o caso de Sete Quedas que está há 83 dias sem chuva. Porto Murtinho e Costa Rica também passam por um longo período de estiagem, contabilizando 64 e 43 dias respectivamente.

De acordo com a coordenadora do Cemtec, Franciane Rodrigues, numa análise dos últimos dez anos, o setembro de 2017 foi o que menos choveu, com 496 mm acumulados no monitoramento das 28 estações meteorológicas do Estado. “2019 tem tudo para bater esse recorde, pois até agora foram apenas 199 mm computados na primeira quinzena do mês”, explica.

As temperaturas elevadas associadas a ausência de chuva, resultam em umidade do ar em níveis críticos. Em algumas regiões do Estado se assemelham ao clima de deserto. Nos últimos dias o índice de umidade chegou aos 10% em Amambai, Coxim e Sonora. A boa notícia é que a média histórica se mantém lá em 2010, com 6% registrado em São Gabriel do Oeste, conforme o banco de dados do Cemtec.

Só uma boa chuva pode amenizar o desconforto da atual situação climática do Estado. Mas pelo menos até dia 24 de setembro, não há previsão de chuva significativa, afirma a especialista do Cemtec. “Dados preliminares do modelo internacional de previsão numérica de tempo, apontam condição de chuva para o Estado entre os dias 25 e 27 de setembro”. 

Recordes de calor

O município de Coxim registrou a maior temperatura do país com 42,9°C no dia 15 de setembro, batendo o próprio recorde de calor. A máxima histórica do Estado havia sido registrada na terra do “pé de cedro” em 2010 com 42°C. A Capital também teve a maior temperatura dos últimos 9 anos com registro de 39,8°C também no domingo (15.09). Antes, o maior índice era de 39°C, catalogado em setembro de 2010.

 

Veja também

Mais Lidas

1
Aquidauana

Indígenas que saíram sem autorização e viajavam a caminho de Aquidauana são encontrados

2
Aquidauana

Aos 88 anos, morre o oftamologista Pedro de Medeiros, vítima de infarto

3
Coronavírus

Jovem de 27 anos é nova vítima do coronavírus em MS

4
Economia

Bolsonaro diz que auxílio emergencial deverá ter quarta parcela

Vídeos

Cães encontram droga escondida em estofado de veículo

Morador de Taunay encontra jaguatirica morta às margens da BR-262

Bombeiros de Aquidauana estão na operação para controle de grande incêndio no Pantanal

Ver mais Videos

Previsão do Tempo

min17 max33

Aquidauana

Sol com algumas nuvens. Não chove.
min17 max33

Anastácio

Sol com algumas nuvens. Não chove.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
3,44m
Miranda
4,80m
Paraguai
1,89m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

A...

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

"CITAÇÕES DE CLARICE LISPECTOR"

Robinson L Araujo

EM TEMPOS DE PANDEMIA, O LAR DEVERIA SER O MELHOR REFÚ...

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Supermercados

Casa Tamashiro

Estevão Alves Corrêa, 944 - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-2106
Bancos

Banco do Brasil

Rua Manoel Antônio Paes de Barros, 535 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 - 3606 / 3 www,bb,com.br
Médicos

Eliane Apda de B. M. Leal - Oftalmologista

Rua 7 de Setembro, s/nº Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-2558
Ver Mais