A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
11 de Dezembro de 2017
Anuncie Aqui
8492
Geral

Governador nomeia desembargador do TJ indicado pelo MPE

6 AGO 2007 - 09h42min
midia max news

O governador do Estado, André Puccinelli (PMDB), nomeou hoje o novo desembargador do TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul). Foi escolhido para o cargo o promotor Carlos Eduardo Contar, primeiro colocado na Lista tríplice enviada pelo tribunal para que o governador fizesse a escolha. A nomeação consta do Diário Oficial de hoje.


Contar substitui o desembargador Horácio Pithan, que se aposentou. O Tribunal de Justiça é formado por 25 desembargadores. De cada cinco membros, um precisa ser indicado pela a OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) e outro pelo MPE (Ministério Público Estadual), de acordo com a Constituição Federal. O sistema é conhecido como "quinto constitucional".


Apesar da indicação, a OAB busca na Justiça barrar a indicação de um membro do MPE, já que Pithan foi indicado pela ordem. A justificativa é que a indicação fere a Constituição Federal. A nomeação de um promotor para o cargo também é questionada no CNJ (Conselho Nacional de Justiça) pelo advogado José Goulart Quirino, que também usa o mesmo argumento.

Veja também

Mais Lidas

1
Aquidauana

Grupo bebe engradado de cerveja em lanchonete do Bairro Alto e foge sem pagar

2
Aquidauana

Jovem é esfaqueado nas costas no Parque de Exposições

3
Aquidauana

Idoso paga R$ 10 por programa e acusa mulher de furto no Guanandy

4
Policial

Tenentes da Marinha são presos levando armas e mais de 1000 munições para RJ

Vídeos

Entrevista com os produtores do Longa-Metragem sobre Sasha Siemel

Tráfego de carretas no cruzamento da Duque de Caxias causa preocupação na população.

4ª Marcha pela Vida - Aquidauana MS

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
5,20m
Miranda
7,31m
Paraguai
1,82m

Colunas e Blogs

Giovani José da Silva

HISTÓRIAS DE ADMIRAR: HISTÓRIAS FEITAS DE GENTES E D...

Valdemir Gomes

Re...

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

Estudo de caso

Ver Mais Colunas
498110516