A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
25 de Março de 2017
Anuncie Aqui
8214
Geral

Greve dos caminhoneiros é suspensa após acordo com o governo

1 AGO 2012 - 12h50min
Agência Brasil
A greve dos caminhoneiros foi suspensa ontem (31) após negociação entre governo federal e representantes da categoria. O presidente do Movimento União Brasil Caminhoneiro (MUBC), Nélio Botelho, disse que a desmobilização da categoria será gradativa e deve ser concluída até hoje (1º).
 
Botelho destacou que mais de 10 mil caminhões estavam parados na Via Dutra e a medida de desmobilização gradual foi tomada por segurança para evitar acidentes nas estradas.
 
Segundo o ministro dos Transportes, Paulo Sergio Passos, o primeiro ponto do acordo foi a constituição de mesa de negociações, que começará no dia 8 de agosto, com prazo de 30 dias para discutir e dar encaminhamento às reivindicações da categoria.
 
Passos destacou que o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) fará nos próximos 30 dias fiscalização educativa sobre a Lei 12.619/2012 que regulamenta o descanso de 11 horas entre duas jornadas e a parada de 30 minutos a cada quatro horas trabalhadas. O objetivo é dar mais tempo para que os caminhoneiros se acostumem com as novas regras. Uma reunião entre os líderes da categoria e o Contran já está marcada para quinta-feira (2).
 
Apesar da alternativa encontrada pelo governo federal, o ministro ressaltou que a lei não será revogada. Para o presidente do MUBC, a solução para o impasse pode ser a separação das jornadas ? de curta e longa duração ? e adequação do descanso à carga horária. ?No formato atual, não se permite que o caminhoneiro cumpra a determinação. Saiu uma lei defeituosa?, declarou Nélio Botelho.
 
O ministro Paulo Passos anunciou que o governo federal vai estender às empresas com frota acima de quatro veículos o pagamento eletrônico de frete (PEF). Anteriormente, a taxa era cobrada apenas aos caminhoneiros autônomos e às empresas com até três veículos. De acordo com ministro, a categoria questionou o ?tratamento diferenciado das outras empresas e a falta de igualdade?.
 
Também foi definida na reunião a suspensão da emissão de novos cadastros no Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Carga (RNTC), o tema está na pauta de negociações entre a categoria e o governo federal. Na prática, a norma ampliava a variedade de condutores que poderiam atuar na função, o que de acordo com entidades de caminhoneiros, aumentou em 600 mil o número de transportadores e teria elevado a oferta e diminuído o valor do frete.

Veja também

Mais Lidas

1
Policial

Mulher descobre traição, marca encontro com amante do marido e é agredida

2
Policial

Jovem tem o celular furtado depois de parar no semáforo em Anastácio

3
Policial

'Tarado gemedor' troca de carro e ataca de novo

4
Policial

PM prende ladrões que furtavam casas e lojas em Aquidauana e Anastácio

Vídeos

Criança ainda está desaparecida nas águas do Aquidauana

Incêndio em residência em Anastácio

Lançamento de Obras em Aquidauana

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
3,46m
Miranda
2,38m
Paraguai
2,30m
Rio Cuiabá
3,72m
Rio Taquari
4,10m

Colunas e Blogs

Manoel Afonso

PMDB-PSDB, mais afinidades do que diferenças

Raquel Anderson

Embalando o presente

Rosildo Barcellos

Cromossomos Felizes

Ver Mais Colunas
472810575